17jan

Saiba quanto custa um site e comece a planejar seu projeto web

Por: José M. janeiro 17, 2018

O preço de um site é uma das principais dúvidas de clientes e até mesmo de alguns profissionais iniciantes que não sabem como estipular um preço para o seu trabalho. Saber sobre preços e valores é essencial para não cair em “armadilhas” do mercado ou ter prejuízos com retrabalhos ou serviços mal feitos. Se esta também é a sua dúvida, não deixe de acompanhar este artigo e fique por dentro dos custos que envolvem o desenvolvimento de um site e de outros projetos web.

Os tipos de sites e projetos web

Todo o site é igual”! Assim pensa a maioria dos clientes que desconhece os processos para a criação de um projeto web. Embora sejam parecidos, cada projeto tem suas particularidades e finalidade e é isso que veremos a seguir.

Site institucional

Os sites institucionais geralmente são estáticos e mais simples, pois a sua finalidade é apresentar uma marca ou empresa ao mercado em geral. Possuem histórico da empresa, a descrição dos serviços prestados e os principais meios de contatos. Normalmente, não demandam atualizações constantes nem grande quantidade de páginas.

Blog

O blog é um tipo de site mais informal e dinâmico, onde o principal objetivo é divulgar ideias por meio de conteúdos e publicações frequentes. Os blogs são mais democráticos e são utilizados tanto no meio corporativo quanto para projetos pessoais. São fáceis de serem atualizados e não exigem muito conhecimento técnico.

Site gerenciável

Na realidade, todo site é gerenciável, pois para fazer atualizações e outras mudanças é preciso ter uma área gerenciável. Porém, o termo “site gerenciável” como é conhecido no mercado se refere aos projetos onde o próprio cliente ou usuário final tem acesso ao seu painel de controle.

Site responsivo

Os sites responsivos são aqueles pensados para serem acessados de qualquer dispositivo, sejam eles computadores desktop ou dispositivos móveis. Em geral, sites responsivos possuem tecnologias de programação que permitem o “ajuste” do site em qualquer tela. E com a popularização dos celulares, este tipo de site é essencial em qualquer estratégia.

Site one page

Os sites on page também são conhecidos como sites de páginas únicas. Eles podem ser produzidos com a finalidade institucional ou promocional. Em geral, esse tipo de site possui conteúdo objetivo e serve para direcionar ou conduzir o usuário a uma ação específica como a compra de um produto ou serviço.

Portal

Um portal é um site que tem como objetivo a publicação de grandes quantidades de conteúdo e notícias. Esse tipo de site é mais utilizado por veículos de comunicação e mídia, onde a sua contrapartida é a monetização por meio de publicidade online.

e-commerce-weblink

Loja virtual ou e-commerce

Esse tipo de site é projetado exclusivamente para a venda de produtos na web e atualmente se tornou um grande negócio em diversos nichos. Numa loja virtual, todo o sistema do site é planejado para o fechamento da venda e outras tecnologias são utilizadas para que as transações ocorram de forma segura.

Hotsite

Um hotsite pode ser similar a um site one page, mas em geral a sua finalidade é puramente promocional e sazonal. Esse tipo de site serve para divulgar um produto especial ou uma promoção vinculada a uma marca ou empresa. Podem conter regulamentos promocionais e área de cadastro.

Antes de investir num site, reflita sobre sua real necessidade

Atualmente, qualquer empresa e até mesmo pessoas comuns podem ter um site publicado, porém antes de investir num projeto é preciso refletir sobre a real necessidade. Se o propósito não for muito claro é possível que o site fique “de lado” rapidamente e todo o tempo e investimento gasto nele será em vão ou não trará o resultado esperado. Por isso, abaixo listamos algumas considerações que você deve levar em conta antes de investir no seu site.

Você vai querer gerenciar o site?

Como vimos, os sites gerenciáveis permitem que o próprio usuário ou cliente administre o seu conteúdo. Se você procura por liberdade e controle, esse tipo de site é a melhor opção. Plataformas e CMS como o WordPress ou Joomla são excelentes opções para quem deseja ter o controle do seu site e não depender de terceiros.

Vai apenas publicar notícias e informações ocasionais

Se o seu projeto envolve a publicação de ideias, um blog já é o suficiente para suprir essa necessidade. Na web é possível encontrar diversas soluções para tal finalidade como o Blogger e também o WordPress.com que são as plataformas mais usadas e conhecidas para a criação de um blog.

Saiba aqui como ganhar dinheiro na Internet com seu blog

É para representar sua marca ou empresa

Os consumidores atuais estão acostumados a pesquisar informações na Internet antes de comprar ou fazer negócios com alguma empresa.Por isso, não ter um site pode transmitir a ideia de amadorismo ou que a sua empresa nem existe no mercado. Se a sua necessidade é apenas divulgar a sua empresa para o público e manter a presença online, um site institucional já é o suficiente.

Pretende vender algo

Neste ponto, uma loja virtual ou e-commerce é preciso, pois vender pela Internet exige toda uma estrutura adequada. Além disso, questões de segurança de dados e pagamentos são imprescindíveis para que o cliente se sinta seguro ao fazer uma compra em seu site.

Conheça o Magento, a plataforma mais utilizada no e-commerce

É apenas um hobby?

Se a sua intenção é apenas hobby, então um site básico é mais do que suficiente para você. Para tal, um blog para fazer posts, publicar fotos e vídeos corriqueiros pode ser uma solução a ser pensado. Inclusive, os criadores de sites gratuitos podem dar conta do recado.

blog-weblink

O que influencia o preço de um site?

Agora que você já está por dentro sobre os tipos de sites, vamos saber de fato quanto custa um site e o que influencia o seu valor final. Já adiantamos que não existe um valor fixo ou “tabelado” para o desenvolvimento de um site, pois há muitas especificações técnicas que podem influenciar o valor final.

Profissional ou agência que irá criar

Uma das primeiras variáveis é quem irá criar o site. No mercado há diversas agências que criam sites de todos os tipos e em geral é o serviço mais caro. Porém, se você não quer abrir mão da qualidade e profissionalismo, também é possível contratar um desenvolvedor profissional onde os valores geralmente são menores que os das agências. Em termos de valores, dependendo do porte e tempo de atuação da agência, um site institucional pode custar a partir de R$ 2 mil até R$ 5 mil.

A complexidade do projeto

A complexidade ou elementos técnicos que um site possui pode aumentar drasticamente o seu valor. Isso inclui horas de trabalho a mais para desenvolver tais soluções. Se por exemplo, o site precisar de uma funcionalidade que só é possível ser executada em um tipo de tecnologia ou programação, mais caro ficará o seu valor.

Os recursos utilizados

Geralmente, quanto mais complexo e mais recursos tecnológicos um projeto web tiver, mais alto será o seu valor. Quanto mais específicos forem os recursos, mais custos a agência ou o profissional terá, seja com licenças de programas ou com horas trabalhadas.

O tempo de execução do projeto

O preço médio para o desenvolvimento de um site é calculado com base nas horas que serão gastas para a sua conclusão. Por isso, quanto mais complexo e mais recursos utilizados, maior será o tempo de execução do seu projeto web. Se você perceber, o preço de um site depende de uma consequência de fatores.

A região

Pode não fazer sentido, mas a região também influencia no valor final dos projetos web. Em São Paulo, por exemplo, há uma média de preço. Em outros Estados e capitais também é possível perceber variações de preços e isso tem a ver com a qualidade e expertise dos profissionais envolvidos no projeto.

Confira aqui as melhores ferramentas para o seu site, blog e e-commerce

Outros custos para manter um site

Estes são custos indispensáveis para manter qualquer projeto web. Alguns são opcionais e outros indispensáveis para o seu site funcionar adequadamente.

Hospedagem de sites

A hospedagem de sites é indispensável para que um site fique online e seja acessado na Internet. O custo com esse serviço é variável e na Weblink, por exemplo, os valores começam a partir de R$ 6,39/mês.

Registro de domínio

O domínio é um custo opcional, porém, não ter um domínio próprio transmite a ideia de amadorismo. No Registro BR é possível adquirir um domínio próprio a partir de R$ 40,00 mensais.

Manutenção mensal ou mensalidade das agências

Se você optar por uma agência, saiba que muitas cobram valores mensais para cuidarem do site e fazer atualizações quando necessário. Esse valor é variável entre cada agência.

blog-preço-weblink

Conclusão

Neste artigo você pôde ter uma noção geral dos principais tipos de sites e quanto custa em média o seu desenvolvimento. Embora seja apenas um valor aproximado, tudo varia de acordo com o que você ou sua empresa precisa. E antes de contratar qualquer serviço pesquise a agência ou o profissional e desconfie de serviços muito baratos, pois como diz a sabedoria popular: “o barato pode sair caro!”

 

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/blog/saiba-o-preco-de-um-site/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *