02out

Já ouviu falar no Arduino? Entenda mais sobre essa ferramenta

Por: José M. outubro 2, 2017

Saindo um pouco do mundo de hospedagem de sites e entrando na área de protótipos, automação e Internet das Coisas, hoje vamos falar de uma ferramenta sensacional: o Arduino. Essa solução pode ser um tanto desconhecida para profissionais da área de webdesign e servidores, mas é indispensável para quem trabalha com automação e engenharia de produtos. Logo abaixo vamos entrar um pouco mais no mundo do Arduino e saber o que essa poderosa ferramenta pode oferecer. Está empolgado para aprender mais?

O que é o Arduino

Podemos dizer que o Arduino é o “Wordpress do segmento de prototipagem e automação eletrônica”. Mas como assim? Você deve estar se perguntando. O Arduino é uma plataforma open source que serve para criar protótipos eletrônicos baseados em hardware livre sem precisar de licenças ou autorizações comerciais. Basicamente é possível criar qualquer tipo de projeto eletrônico e de automação com o Arduino sem gastar grandes orçamentos. Está curioso para saber mais? Continue com a gente!

Como surgiu o Arduino?

Originalmente começou como um projeto de pesquisa no Interaction Design Institute de Ivrea (Itália) no início dos anos 2000 e até nos dias de hoje vem sofrendo evoluções. A primeira placa do Arduino foi criada em 2005 para ajudar os estudantes de design – que não tinham experiência prévia em eletrônicos ou microcontroladores – a criar protótipos de trabalho que conectam o mundo físico ao mundo digital. Desde então, o projeto se tornou a ferramenta de prototipagem eletrônica mais popular usada por engenheiros e até grandes corporações.

Linguagem usada no Arduino

Em geral, o Arduino é uma ferramenta de fácil utilização para quem deseja iniciar no mundo da automação ou robótica, pois sua programação é simples e baseada na linguagem C/C++. Se você já tem conhecimentos nesse tipo de linguagem de programação certamente terá facilidade em trabalhar com o Arduino, porém se essa linguagem é desconhecida, é essencial que você a conheça antes de se aventurar com essa tecnologia.

O que é possível fazer com o Arduino

As possibilidades com o Arduino são praticamente infinitas e dependem mais da criatividade do inventor do que das limitações da plataforma em si. Dependendo do conhecimento e da imaginação do desenvolvedor, é possível criar desde simples protótipos até sistemas de automação para grandes empresas. Entre as possibilidades estão a automatização de eletrodomésticos, sistemas de segurança, interação entre equipamentos e a Internet (Internet das Coisas) e muitas outras possibilidades.

As placas para Arduino

Em relação ao que oferece, o custo das placas de Arduino é bem acessível. Geralmente elas possuem uma quantidade extensa de sensores e componentes que realizam diversas funcionalidades. Tudo isso é possível porque os materiais utilizados na solução são disponibilizados em módulos que são placas menores com componentes auxiliares.

Kits Arduino

Os kits são conjuntos de peças e componentes que facilitam o aprendizado e a construção de projetos específicos. Em geral esses kits são encontrados facilmente e já contam com tutoriais de projetos. É possível encontrar kits para iniciantes, para estudantes e para desenvolvedores mais experientes a preços acessíveis e assim começar a desenvolver qualquer projeto.

Os Shields

Os shields são elementos extras que podem ser conectados às placas e assim possibilitar recursos extras aos projetos seguindo a mesma premissa que as placas Arduino: fáceis de montar e acessíveis. Se você quer saber mais sobre a lista completa de shileds compatíveis e as suas funcionalidades que eles executam é só acessar este link.

arduino-weblink

Automação residencial e industrial 

Entre as possibilidades com o Arduino estão a automação residencial e industrial que ganham destaque com o desenvolvimento de soluções que facilitam simples tarefas diárias e processos industriais. Com o Arduino é possível ganhar mais agilidade e praticidade, além de poder integrá-lo a outras tecnologias. Vamos ver como o Arduino pode ser usado em diversas aplicações?

Segurança

Na parte de segurança é possível criar sistemas que interagem entre dispositivos como, por exemplo, o monitoramento de áreas por meio do celular ou de outro dispositivo. Além disso, também é possível automatizar portas de entradas, garagens, janelas e portões de acesso. Tudo à distância e por meio da integração com a Internet.

Iluminação

Nunca mais fique na dúvida se esqueceu a luz de casa acesa, pois com essa tecnologia é possível monitorar e controlar o acesso de lâmpadas e outros acessórios de iluminação residencial. Como exemplo, é possível programar para que as luzes externas de uma casa ou empresa se apague todos os dias às 22:00 ou se quiser é possível executar essa tarefa também pela Internet.

Processos industriais

Se a sua necessidade é mais complexa e profissional, o Arduino também é uma excelente opção para se trabalhar com processos de automação industrial. Com a tecnologia é possível criar robôs, programar e automatizar tarefas e até mesmo controlar máquinas remotamente pela Internet. As possibilidades realmente são imensas.

Automação residencial

Com a correria e o avanço tecnológico, a automação residencial vem ganhando grande espaço e sendo uma necessidade cada vez mais emergente. As soluções e possibilidades com o Arduino são excelentes opções, seja para a segurança, para economia ou para simplesmente tornar o dia a dia mais prático como abrir a porta da sua garagem pelo celular.

robotica-arduino-weblink

Robótica

É difícil falar em automação sem falar em Robótica e com a tecnologia do Arduino é possível criar robôs com diferentes funções e finalidades. Nessa parte de robótica você pode criar experimentos simples e que realizem tarefas caseiras ou robôs que exercem ações mais complexas.

Os vários tipos de Arduino

Diante das várias opções no mercado, como fazer a escolha certa do Arduino? Essa dúvida é bem comum para iniciantes, pois como o projeto é aberto, vários outros desenvolvedores criam versões distintas da versão genuína. Logo abaixo vamos conhecer os principais modelos dessa famosa “plaquinha” que se diferem pelos seus microcontroladores e outras características.

Uno

“Uno” significa um (01) em italiano e foi escolhido para marcar o lançamento do Arduino Software (IDE) 1.0. Ela é uma placa de microcontrolador baseada no ATmega328P e ideal para começar a mexer com automação e codificação. Se esta é a sua primeira experiência no que diz respeito à plataforma, a UNO é a placa mais robusta com a qual você pode começar a desenvolver seus projetos, pois ela é a mais utilizada e documentada de toda a família Arduino.

Leonardo

Semelhante à placa Uno, o grande diferencial desse modelo é que ela pode ser reconhecida pelo computador como um mouse ou um teclado. O seu microcontrolador ATmega32u4  possui comunicação USB integrada, eliminando a necessidade de um processador secundário. Basta conectá-la a um computador com um cabo USB ou ligá-la com um adaptador ou bateria AC-to-DC para começar os projetos.

101

Esse modelo combina a facilidade de uso das placas mais tradicionais com as últimas tecnologias, permitindo novas possibilidades de automação, principalmente no que se refere à conectividade. A placa reconhece gestos e apresenta um acelerômetro e giroscópio de seis eixos. Com esse modelo você pode controlar seus projetos com o seu telefone por meio da conectividade Bluetooth.

Arduino Esplora

Essa placa é uma derivação do modelo Leonardo e se difere por possuir uma série de sensores incorporados, prontos para usar e para gerar interação. O Esplora tem saídas de som e de bordo e vários sensores de entrada, incluindo um joystick, um controle deslizante, um sensor de temperatura, um acelerômetro, um microfone e um sensor de luz.

Arduino Micro

Essa placa é a menor da família Arduino, sendo fácil integrá-la em objetos cotidianos para torná-los interativos. Além disso, essa placa conta com uma porta serial / COM virtual (CDC). Também semelhante à placa Leonardo, ela é baseada no microcontrolador ATmega32U4 com um USB incorporado que a torna reconhecível como um mouse ou teclado.

Arduino Mega 2560

Essa placa foi projetada para projetos mais complexos. É um modelo recomendado para impressoras 3D e projetos de robótica. Isso possibilita um nível mais elevado para os seus projetos. A placa Mega 2560 é baseada no microcontrolador baseada ATmega2560 e compatível com a maioria dos shields projetados para o modelo Uno e os antigos modelos Duemilanove ou Diecimila.

Arduino YÚN

Essa placa é a solução ideal para ser usada em projetos que proporciona conectividade a diversos dispositivos como em projetos que envolvem Internet das Coisas. O modelo combina o poder do Linux com a facilidade de uso do Arduino. Além dos comandos do Linux, também é possível escrever seus próprios scripts shell e python para criar interações  mais avançadas.

arduino-hardware-weblink

Conclusão

E então, o que você achou do Arduino? Sem dúvidas é uma excelente tecnologia que apresenta uma infinidade de possibilidades e nos dá uma ideia de como vamos interagir como o mundo daqui a alguns anos. A integração com diversos equipamentos e a possibilidade de criar outras soluções a partir dessa tecnologia é algo fascinante e quando você ouvir falar em Internet das Coisas pode ter certeza que o Arduino está por trás de tudo isso

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/e-commerce/conheca-a-ferramenta-arduino/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *