31maio
wordpress

Joomla X WordPress e Prestashop x Magento – Qual CMS escolher?

Por: Rafael H. maio 31, 2017

CMS é a sigla em inglês para Content Manager System, ou Sistema Gerenciador de Conteúdo. O núcleo de todo o site: onde os administradores e produtores de conteúdo abastecem as páginas com textos, fotos, vídeos e produtos. Não só isso, também é pelos CMS que passa o webdesign, o layout dos sites com as funcionalidades a serem oferecidas pelo usuário. Voltados para publicação de conteúdo e e-commerce, temos quatro grandes CMS entre os mais populares do mercado: Joomla e WordPress para conteúdo e PrestaShop e Magento para o comércio virtual. Vamos conhecer um pouco de cada um:

Joomla

O Joomla é um dos CMS (Content Manager System) mais populares do mercado. Foi lançado oficialmente em 2005, e atualmente está na sua versão 3.7. Nasceu com uma proposta de ser completamente open source, possuindo uma grande comunidade com mais de 200 mil voluntários que trabalham criando extensões, novas ferramentas e até mesmo oferecendo suporte. Atualmente são 2 milhões de websites que utilizam o Joomla, seja para páginas pessoais, portais de notícias, sites institucionais e de governo, e que contam com mais de 10 mil extensões e plugins.

Principais vantagens

São cinco as principais vantagens de se utilizar o CMS Joomla. Vamos lista-las e depois explicar o que representa cada uma e como elas estão ligadas: Multi-idiomas, Edição back-end, Edição front-end rápida, Segurança

Multi-idiomas

Dentro dessa comunidade open source, surgiram também ferramentas para tornar os sites multi-idiomas. Atualmente, o Joomla dá suporte para 65 línguas, com extensões que tornam a tradução dos conteúdos automática, mas possibilitando também a edição dessas próprias traduções.

Edição back-end

O Joomla é considerado complexo em comparação aos outros CMS na hora de publicar conteúdos. Pensando em facilitar a curva de aprendizado, a versão 3.7 tem a possibilidade de o administrador editar o back end, ou seja, o sistema por onde os autores publicam os posts, por exemplo, fazendo com que o CMS fique mais acessível e direto.

Edição front-end rápida

Vamos supor que você é o responsável pelo webdesign e, ao navegar pelo site, fica incomodado com algum menu na barra lateral. Sem precisar entrar no sistema, apenas com um login rápido, você pode arrastar esse menu para uma posição mais confortável, ou simplesmente apagá-lo.

Segurança

O sistema back-end do Joomla oferece uma estratégia de níveis de usuário, permitindo que eles só tenham acesso ao que precisem. Junto a isso, a possibilidade de incorporar ferramentas de segurança como o RSFirewall tornam o Joomla uma boa opção para websites institucionais e governamentais.

WordPress

O WordPress surgiu em 2003 como sucessor do b2/cafeblog, que na época era utilizado por cerca de 2 mil blogs. Também é um CMS open source, disponível para desenvolvedores ajudarem a incrementá-lo. Por apresentar uma interface de fácil utilização e ser muito utilizado para blogs, alcançou grande popularidade. Estima-se que 27% da web utilize o WordPress, incluindo grandes empresas de renome como a revista Time, o canal de notícias CNN e o site Techcrunch.

Vantagens

Uma das principais críticas ao WordPress é em relação à segurança. Em 2011, um grande ataque obrigou todos os usuários a trocarem a suas senhas. Desde então, a equipe trabalha para melhorar este aspecto, e agora na sua versão 4.7 isso já não é uma grande preocupação. Listamos algumas das vantagens do WordPress, que serão detalhadas em seguida: Vários tipos de planos, Facilidade, Plugin JetPack, Otimização SEO.

Planos

São quatro planos oferecidos pelo WordPress, começando pelo básico e gratuito e chegando ao profissional. O básico é recomendado mais para blogs amadores, páginas iniciantes. É praticamente de uso imediato. Oferece alguns recursos do plugin JetPack, exclusivo do WordPress e que oferece ferramentas de SEO e segurança. As versões pagas aperfeiçoam a experiência com ferramentas de personalização mais avançadas, mais espaço de armazenamento, recursos do JetPack e suporte profissional 24 horas por chat ou email.

Facilidade

Uma das grandes vantagens do WordPress é a facilidade de uso, tanto na interface front-end quanto na back-end. Com poucos cliques você consegue criar um blog gratuito e já começar a publicar. Também é possível administrar colaboradores em vários níveis, moderar comentários e gerenciar mais de um blog ou site em pastas e subpastas. Por isso ele alcançou grande popularidade, disputando diretamente com o Blogger, da Google, e conquistando empresas gigantes como a CNN e a Time.

JetPack

A extensão JetPack oferece ferramentas focadas em design, audiência, segurança e engajamento. Para o webdesign, há uma variedade de templates, ferramentas para imagens como slideshows. Galerias e vídeos e melhor performance no carregamento dessas mídias. No quesito de audiência, o JetPack oferece estatísticas de tráfego, automatiza compartilhamentos em redes sociais e conteúdos relacionados e otimiza SEO. Na segurança, previne tentativas de ataque por força bruta, monitora e conserta a presença de malwares, oferece backup e restauração fácil de todo o conteúdo do site, bem como suporte profissional. Por fim, oferece ferramentas de engajamento como assinatura de newsletter, opções avançadas de gerenciamento de comentários e proteção contra spam.

Otimização SEO

Já vimos que o SEO é uma das principais estratégias para alcançar novos acessos à sua página. Uma das preocupações do WordPress é que você não tenha essa preocupação: os desenvolvedores constantemente atualizam o sistema de acordo com os critérios dos principais mecanismos de busca, com o Google. O CMS do WordPress também oferece ferramentas próprias de monitoramento de acessos, origem de tráfego e demografia.

WordPress SEO

 

Clique aqui para saber mais sobre as vantagens de usar o WordPress.

PrestaShop

O CMS PrestaShop é voltado exclusivamente para facilitar as empresas que precisam se inserir no mundo do e-commerce. Também opensource, teve sua primeira versão lançada em 2008. Atualmente está na versão 1.6.0.8. Possui uma comunidade de mais de 1 milhão de desenvolvedores ao redor do mundo, que criam funcionalidades para 250 mil lojas virtuais em 190 países.

Vantagens

Criar do zero um site e-commerce é um trabalho que exige tempo e dinheiro. Facilitar isso já é uma grande vantagem do PrestaShop por si só. Mas ele vai além com um conjunto de ferramentas que ajudará a aumentar suas vendas e expandir seu negócio. Confira: Módulos, Personalização, Ferramentas de marketing, Peritos associados,

Módulos

Diferentemente da maioria dos CMS disponíveis no mercado, o PrestaShop não possui planos e pacotes de serviço. Você pode usá-lo gratuitamente com as ferramentas básicas que ele dispõe, precisando apenas de um servidor e um domínio registrado. Para ampliar as possibilidades, o PrestaShop possui uma loja de módulos, que são funcionalidades a parte. Ou seja: você paga apenas por aquilo que for utilizar, seja uma ferramenta de SEO para imagens, módulos para promoções ou até mesmo suporte profissional. Por isso, o custo para montar um site e-commerce pelo PrestaShop varia de zero a o quanto você precise gastar.

Personalização

Com as ferramentas gratuitas e os módulos pagos, as opções de personalização tornam o seu site de e-commerce no PrestaShop único. É você que escolhe como os produtos serão exibidos, os filtros de classificação, as configurações do motor de pesquisa, o layout do carrinho. Também é você quem decide quais serão os métodos de pagamento, com suporte para os principais serviços do mercado como Google Checkout, PayPal, Mercado Pago e PagSeguro. Possui funcionalidades jurídicas, que ajudam a calcular os impostos, páginas para os conteúdos legais.

Marketing

Além das funcionalidades voltadas para o design da página e os produtos, o PrestaShop também oferece ferramentas de marketing que vão melhorar a experiência dos clientes e alavancar o seu negócio. Através de relatórios, você consegue ter revelações sobre o desempenho de suas campanhas promocionais, do tráfego de visitantes no site e das informações detalhadas de quais produtos foram visualizados. Possui suporte para quem quer tornar a loja internacional, adaptando-a às regras dos diferentes mercados ou conectando-a aos principais marketplaces do mundo, como Google Shopping, Amazon e eBay.

Peritos

Um dos diferenciais do PrestaShop é a ampla rede de peritos certificados. São empresas especializadas em oito países que irão ajudar você a desde entrar no mundo do e-commerce com seu primeiro site até a oferecer consultoria para aumentar suas vendas e alavancar seu negócio para novos mercados.

Magento

O Magento foi um dos CMS para e-commerce pioneiros. Teve sua primeira versão beta lançada em 2007, e rapidamente conquistou usuários. Em ascensão meteórica, foi comprada pela eBay em 2011. Mas em 2015 a sociedade chegou ao fim pois o CEO da Magento, Mark Lavelle, considerou que a plataforma era esquecida dentro da grande companhia. “Fora do eBay, podemos brilhar ainda mais”, disse.

Atualmente o Magento está na sua versão 2.1.6. Também open source, possui uma comunidade de mais de 150 mil desenvolvedores voluntários, bem como mais de 300 parceiros profissionais, que atendem 250 mil lojas por todo o mundo.

Vantagens

As semelhanças entre o Magento e o PrestaShop, por exemplo, são muitas, sendo a principal delas a funcionalidade por módulos pagos. Porém, o Magento se destaca em alguns pontos: 3 versões, Grandes clientes, Mais funcionalidades e ferramentas,

Produtos

O Magento atualmente possui três diferentes versões do sistema oferecidas como produtos. A primeira delas é a Community Edition, a versão de licença livre, grátis e cujo suporte é dado pela comunidade em fóruns da web. Depois vem a Enterprise Edition, paga, com suporte especializado e as funcionalidades desenvolvidas pelos mais de 300 parceiros profissionais da Magento. E a última e mais recente é a Enterprise Cloud Edition, lançada em 2016, que tem como foco ferramentas mais completas de segurança e performance para o site.

Grandes clientes

O pioneirismo do Magento e a rápida ascensão conquistaram rapidamente grandes nomes do mercado. Só para citar dois exemplos de empresas globais que utilizam o serviço: Coca-Cola e Burger King. Não só por causa do renome, elas trabalham com o CMS Magento por causa da robustez e complexidade do sistema: o que para empresas gigantes é uma vantagem em termos de segurança, mas para outros pode representar custos adicionais, principalmente operacionais, de hospedagem e aprendizado.

Funcionalidades

O Magento oferece a mais ampla gama de funcionalidades nativas, bem como os módulos e extensões pagas. Também garante aos clientes um sistema 100% flexível com as novas tecnologias, como o design responsivo para celulares, para citar apenas um exemplo. Outra vantagem das funcionalidades é um sistema de SEO totalmente nativo, constantemente atualizado com as regras dos principais mecanismos de busca.

Veja mais dicas sobre como ter sucesso com sua loja virtual usando o Magento.

Conclusão

Escolher o melhor CMS para sites de conteúdo ou e-commerce depende sempre das necessidades. Nenhum dos quatro serviços listados aqui pode ser considerado melhor que o outro, mas cada um tem suas particularidades: o Joomla tem uma curva de aprendizado mais complexa para os administradores e colaboradores do site, mas possui mais opções para personalizar qualquer tipo de site. O WordPress é mais indicado para quem está começando e quer publicar desde já, sem preocupações. Da mesma forma o PrestaShop é ótimo para quem está começando um novo negócio na internet, enquanto o Magento é preferível para quem tem uma estrutura mais robusta que possa sustentar uma maior performance. Portanto, estude bem suas necessidades e escolha o que melhor lhe servir.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/e-commerce/joomla-wordpress-e-prestashop-versus-magento/trackback/

1 Comentários:

    • Amir Pedro da Silva
    • setembro 15, 2017
    • Responder

    Excelente sua explicação. Abraço!

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *