08dez

Dicas para a contratação de um serviço de hospedagem de sites

Por: José M. dezembro 8, 2017

A hospedagem de sites possibilita que todas as informações presentes em um site sejam carregadas e “lidas”, como: fotos, vídeos, textos, layouts e todos outros elementos de uma aplicação web. O serviço de “armazenamento” de um site e a responsabilidade de mantê-lo disponível na Internet 24 horas por dia é a principal função de uma empresa de hospedagem de sites.

Se você tem buscado por empresas de hospedagem de sites, com certeza, deve ter observado que existem inúmeras opções, porém, para que sua escolha seja assertiva é preciso conhecer o serviço e entender como ele funciona. E, provavelmente, você deve estar se perguntando como hospedar um site.

É importante que você conheça quais tipos de hospedagens de sites existem e como escolher entre as opções oferecidas no mercado. Posto isto, veja a seguir, o conteúdo que separamos para você esclarecer todas as suas dúvidas.

1. Registro de domínio

Ter um domínio registrado é o primeiro passo para hospedar um site. O domínio é um endereço personalizado para o seu site, e é através deste endereço que as pessoas poderão localizar a sua empresa na Internet.

Este domínio pode ter centenas de terminações, desde as mais comuns, como .com, .net e .com.br, até as mais inovadoras e atuais como .ninja ou .pizza. No Brasil, a terminação mais utilizada é o .com.br, que representa 92% dos domínios do país, por isso, costuma ser a opção mais indicada.

Se você ainda não registrou um domínio, e optou por escolher uma opção de domínio nacional, você pode fazer isso pelo Registro.br ou contratando uma empresa de hospedagem de sites, que registra domínios tanto nacionais quanto internacionais.

A vantagem de optar por realizar o registro de domínio diretamente com uma empresa de hospedagem, é que você terá à sua disposição serviços completos em único lugar. Veja nosso artigo e saiba como fazer um registro de domínio pela Weblink em 10 passos!

personalizacao-weblink

2. Conheça os tipos de hospedagem de sites

Os tipos de hospedagens oferecidos no mercado apresentam variedade no serviço realizado por cada empresa. Porém, a cada dia surgem novas soluções que se adaptam às necessidades de quem precisa contratar uma hospedagem de sites. Basicamente, você vai encontrar duas modalidades principais:

  • Hospedagem Compartilhada: Custo mais acessível. Opera em preços mais baixos porque várias pessoas ou empresas podem utilizar um mesmo servidor compartilhado;
  • Hospedagem Dedicada: Nesta opção, você tem um servidor exclusivo, com mais capacidade e velocidade de processamento.

3. Diferenças entre hospedagem gratuita e hospedagem paga

Para quem está começando a investir em um site, a hospedagem gratuita pode ser bastante útil, pois além de ajudar você a economizar, é menos complexa que um serviço de hospedagem pago que contém uma variedade de recursos adicionais. Com isso , você também conseguirá testar ideias sem custo algum, podendo investir nas que mais gostou posteriormente.

Um lado negativo é que os recursos oferecidos na modalidade gratuita são limitados, e podem não atender todas as funcionalidades que você deseja e considera essencial ou os recursos que o seu tipo de site precisa. O espaço em disco e o suporte oferecido, por exemplo, são limitados e inferiores a uma hospedagem paga.

Outra desvantagem é que se você optar por registrar um domínio por meio de uma hospedagem gratuita, você não poderá escolher um domínio próprio, como meusite.com.br, por exemplo, o que pode prejudicar no profissionalismo que você deseja transmitir. Os domínios de hospedagens gratuitas vêm acompanhados do nome da plataforma, por exemplo: meusite.plataforma.com.br.

Agora, se você pode investir um pouco mais – e, acredite, você pode contratar um serviço de hospedagem de sites sem precisar gastar muito para isso -, é recomendável não utilizar a versão gratuita para que seu site não perca em qualidade e você possa passar imagem mais profissional do seu negócio.

Além disso, muitos serviços de hospedagem paga oferecem a ferramenta para criar sites, uma excelente opção para quem deseja ganhar tempo no desenvolvimento, de uma maneira qualificada e muito fácil.

Não é necessário ser um expert em programação para utilizar o criador de sites. Esta ferramenta é útil, exatamente, por simplificar a vida de pessoas que não programam ou não desejam contratar um profissional, que além dos custos, levaria mais tempo para concluir a criação do site.

domínio-weblink

4. Pontos a avaliar em um plano de hospedagem

Este é um ponto muito importante a ser observado antes de realizar a contratação de uma hospedagem, independentemente se você vai criar um blog ou um site. Avalie previamente e certifique-se das definições fornecidas pela empresa a ser contratada quanto às funcionalidades do serviço. Em geral, os recursos básicos que uma hospedagem de sites possui, são:

Limite de sites hospedados: Se você pretende hospedar mais de um site o ideal é contratar um plano que tenha quantidade de sites ilimitada. Com isso, na mesma hospedagem você consegue adicionar mais de um site, desde que esteja dentro dos outros limites do plano;

Espaço em disco: Muitos dos planos possuem espaço em disco ilimitado, mas em algumas empresas, pode ser uma propaganda enganosa. Para saber qual a quantidade que necessita é importante se atentar ao tipo de site que pretende criar. Se for um site comercial simples, a grande maioria dos planos é adequada. Agora, se o seu site possui muitos dados, arquivos para download e vídeos, é importante se atentar a este requisito;

Tráfego de dados: Outro ponto importante é a quantidade de dados que irá trafegar entre o servidor e os computadores de seus usuários. O tráfego pode variar muito em função da quantidade de visitas que o site recebe e do tamanho de arquivos que um site possui. Fique atento a esse tipo de fator para não ficar na mão;

Contas de e-mail profissionais: Em geral, a maioria dos sites, principalmente os corporativos, necessita de contas de email personalizadas com o endereço do domínio escolhido. Cada plano oferecido por empresas de hospedagem contém a especificação sobre a quantidade de contas liberadas. Avalie bem o limite de contas de e-mail oferecido e a sua real necessidade, pois contar com contas de e-mail profissionais são extremamente importantes;

Criador de sites: Algumas empresas de hospedagem oferecem uma ferramenta de criação de sites para que usuários comuns possam criar a página com facilidade, de maneira rápida e sem comprometer a qualidade. Se você não possui conhecimento ou um profissional de programação para desenvolver e realizar a criação do seu site, é recomendável que você escolha um plano que possua um construtor de sites;

Acesso FTP: Se você possui um negócio onde é necessário transferência de novos arquivos constantes para upload no servidor, é necessário ter um acesso FTP liberado, pois ele torna muito mais ágil este tipo de tarefa e não são todos os planos de hospedagem de sites que possuem este acesso liberado;

Backup: Certifique-se de que o serviço de hospedagem de sites oferece nos planos um serviço de backup. Este recurso é de extrema importância para que você tenha segurança dos dados, em caso de problemas técnicos e de infraestrutura que possam comprometer as informações presentes em seu site.

Limite máximo de armazenamento: O limite de armazenamento implica diretamente no desempenho do site, por isso, é importante verificar este recurso entre os planos que está avaliando. É importante avaliar se a quantidade de armazenamento disponível atende sua necessidade e suas pretensões para o futuro de seu site. Então, antes de escolher seu plano, pesquise bem qual tipo de hospedagem você precisa para atender às necessidades do seu site e suportar a quantidade de dados e acessos recebidos.

5. Como hospedar sites criados em WordPress

Caso tenha criado um site em WordPress – que, diga-se de passagem, é uma ótima ferramenta -, é importante se atentar a alguns cuidados. Para que você consiga ihospedar sites em WordPress, poderá usar o instalador automático, serviço oferecido gratuitamente pela maioria das empresas de hospedagem, ou fazer a instalação manual, via FTP ou por meio de gerenciador de arquivos.

Dica: Não deixe de conferir os 7 motivos pelos quais as pessoas utilizam o WordPress.

site-weblink

Conclusão

Com um domínio registrado, a hospedagem escolhida e o site pronto, com apenas algumas configurações, seu site já estará apto para ser publicado e você poderá iniciar o desenvolvimento dos conteúdos.

Hospedar um site não é tão difícil quanto parece, porém requer atenção na avaliação das opções que melhor atendem a necessidade do seu negócio. Existem muitas opções no mercado e é preciso ficar atento aos recursos oferecidos e o cumprimento das cláusulas dispostas em contrato, para que você não tenha surpresas desagradáveis.

E, agora que você já sabe como hospedar um site, aproveite para conhecer as soluções em hospedagem de sites da Weblink. Fique por dentro das postagens em nosso blog para você não perder nenhuma dica valiosa.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/hospedagem-de-sites/dicas-na-contratacao-de-uma-hospedagem/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *