16maio
aprenda o que é dns e como funciona

O Que é DNS e Como Funciona?

Por: Andrei L. maio 16, 2019

DNS é um sistema que permite que as pessoas entrem em contato umas com as outras através de um aparelho eletrônico conectado à internet. Neste caso, é o computador ou um dispositivo móvel que codifica números e letras e faz com que todos consigam enviar mensagens, baixar ou subir arquivos e acessar qualquer página na web. Hoje você vai aprender mais sobre o que é DNS!

O Que é DNS?

DNS (Domain Name System ou Sistema de Nome de Domínio) nada mais é do que um sistema de bancos de dados distribuídos em uma rede. A função principal dele é traduzir certos hostnames em números específicos de IP que os computadores entendem.

Essa informação dos hostnames combinada com números específicos é armazenada em um diretório principal. E este diretório principal é armazenado nos servidores dos nomes de domínio. É assim que o usuário tem acesso a páginas de internet através dos domínios digitados no navegador.

Como Funciona o DNS?

O funcionamento do DNS envolve alguns passos e estruturas localizadas dentro da engenharia do DNS. O primeiro deles é o DNS query, que nada mais é do que um pedido por informação.

Vamos usar aqui uma situação em que queremos procurar uma informação usando um navegador de internet. Assim, digitamos um nome de endereço (por exemplo, o google.com.br) no navegador.  

Num primeiro momento, o servidor DNS vai procurar nos filehosts (arquivos do host) – um arquivo de texto do sistema operacional que é responsável por mapear hostnames em endereços de IP.

Caso nenhuma informação seja encontrada, ela vai procurar pelo cache – um hardware ou software que armazena dados temporariamente. Os navegadores e os provedores de internet (ISP) são os locais mais comuns que guardam esses dados.O resultado desse passo é aparecer uma mensagem de erro final, se nenhuma informação for realmente encontrada.

aprenda como funciona o dns

DNS Recursivo

Numa situação em que uma query (solicitação) é enviada de forma recorrente (repetitiva), um servidor pode fazer uma solicitação (query) a outros servidores para atender ao pedido inicial feito pelo cliente (o navegador).

Isso é o que chamamos de DNS Recursivo. É como se fosse um agente que trabalha o tempo inteiro para fazer com que todas as informações estejam disponíveis quando forem solicitadas.

O esforço para conseguir essa informação inclui a ajuda de um processo chamado Root DNS Server.  

Root Nameserver

Também conhecido como Root Nameserver, o Root DNS Server é o topo da hierarquia entre os tipos de DNS existentes.

Ele não tem exatamente um nome formal e costuma ser marcado apenas como uma linha vazia implícita. Pense nele como uma espécie de banco, como uma referência.

O que acontece é que o DNS Recursivo transmite a solicitação de uma informação ao Root Nameserver. Então, o servidor responde à solicitação dizendo ao agente para ir em locais mais específicos.

Esses locais mais específicos são os servidores de nomes de domínio de alto escalão (TLD Nameserver).   

TLD Nameserver

Quando você quer acessar sites como o Google ou Facebook, você acaba acessando domínios com a extensão .com. Esses domínios são considerados de grande prestígio.

Um servidor para domínios deste tipo é chamado de TLD Nameserver. E ele é responsável por gerenciar todas as informações de uma extensão comum de domínio.

Para o pedido de informação sobre o google.com, o TLD .com, no papel de uma simples delegação, responde à solicitação de um determinante de DNS (DNS resolver) referenciando um Servidor DNS Autoritativo, outrora chamado de Nameserver Autoritativo.

Nameserver Autoritativo

Quando um determinante de DNS encontra um Nameserver Autoritativo, a mágica acontece. O Nameserver Autoritativo tem toda a informação do nome de domínio ao qual ele serve. Ele pode fazer uma decisão recursiva ao endereço de IP que o servidor encontrou no registro.   

Como Mudar as Configurações de DNS para um Domínio?

Agora você já sabe o que é DNS e como ele funciona. É hora de dar um passo além e aprender a configurar DNS diretamente pelo seu painel de controle de hospedagem da WebLink.

Você só precisa fazer login no seu painel de acessar a seção Editor de Zona DNS, dentro da aba Avançado.  

editor de zona de dns na hospedagem da weblink

Dentro do Editor de Zona DNS, é possível encontrar alguns registros de tipos de DNS que você pode editar, adicionar ou remover.

editor de zona de dns da weblink

Os tipos de registros de DNS disponíveis são:

  • A (Host). É o registro básico de DNS onde você pode adicionar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para.
  • CNAME (Alias). Registro que serve como um alias para outro domínio. Você pode adicionar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para.
  • MX (Mail Exchange). Registro para identificar o servidor que trabalha com o seu email. Você pode adicionar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para.
  • TXT (Texto). Registro que permite que você tenha informações em texto. Você pode colocar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para.
  • AAAA (Registro de Endereço IPV6). É o A Record (Registro A), só que para protocolos IPV6. Você pode colocar um novo Host, IPV6 e TTL (Time to Live).
  • NS (Nameserver). É o registro do servidor DNS. É possível adicionar um novo Host, Valor TXT e TTL (Time to Live).
  • SRV. É o registro para um tipo específico de dados em um DNS. É possível adicionar uma nova Prioridade, Nome, Peso, Porta, Aponta Para e TTL (Time to Live).

Conclusão

Saber o que é DNS e como funciona dá ao usuário a chance de conhecer o processo de transcrição de nomes de domínios em números de IP e vice-versa. É assim que a internet funciona, bem como o acesso a páginas, sites, blogs, lojas virtuais e conteúdos através de um navegador.

Até o próximo conteúdo!

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/hospedagem-de-sites/o-que-e-e-como-funciona-a-dns/trackback/

2 Comentários:

  • Ótimo material, parabens

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *