06set

Como uma empresa de hospedagem pode ajudar a otimizar o seu site

Por: José M. setembro 6, 2017

O SEO é uma das grandes preocupações atuais dos negócios digitais e empresas que possuem presença na web. A otimização em mecanismos de buscas é um dos principais objetivos da maioria das empresas e estar bem posicionado significa maiores possibilidades de negócios. O que ocorre é que muitos usuários e desenvolvedores até mesmo mais experientes não se preocupam ou se atentam ao fato da otimização que ocorre por parte do provedor de hospedagem. No artigo de hoje vamos abordar essas questões e como a empresa de hospedagem pode ajudar a otimizar o seu site. Vamos aprender mais um pouco?

A qualidade da hospedagem influencia diretamente no SEO

É isso mesmo, ao contrário do que muitos pensam, um serviço de hospedagem não deve ser escolhido apenas pelo seu preço, mas sim pelas características técnicas que oferece. A realidade é que poucos se atentam ou não dão importância a esse fator, pois a maioria das empresas de hospedagem não se prontifica a oferecer esse tipo de serviço, nem tão pouco informam o seus clientes sobre essas possibilidades. A qualidade da hospedagem é essencial para ajudar na otimização, pois a velocidade de carregamento e o tempo de atividade de um servidor são fatores extremamente importantes para o SEO. Vamos entender mais a seguir.

O que é o SEO Hosting?

O SEO Hosting pode ser um termo desconhecido pela maioria dos usuários, mas nada mais é do que a influência da empresa de hospedagem em prol da otimização de sites. Isso pode explicar o porquê de muitas marcas e empresas se esforçarem em suas ações, mas não obterem sucesso ao longo do tempo. O motivo pode ser a baixa qualidade dos serviços de hospedagem! Logo abaixo vamos ver quais são as ações que você pode tomar em conjunto com a sua empresa de hospedagem para melhorar o SEO dos seus projetos.

Velocidade de carregamento do site

A velocidade de carregamento do site é um dos fatores mais relevantes para a otimização de um site. A velocidade tem relação com a experiência do usuário onde a lógica é não deixar o usuário esperando muito tempo para visualizar as informações. Neste quesito, a empresa de hospedagem de sites pode executar algumas ações para aumentar a velocidade do site, como a compactação dos códigos e arquivos. Em muitos serviços, essa funcionalidade pode ser ativada diretamente no painel de controle da própria hospedagem e sem intervenção direta da empresa. Outro grande problema que pode impactar a velocidade de carregamento e consequentemente o SEO é a lentidão do servidor. Esse problema pode ocorrer devido à sobrecarga no processamento de dados e é ocasionado geralmente pela má administração do provedor, onde muitos sites são hospedados sem o devido dimensionamento. Se você quer saber como está a velocidade de carregamento do seu site, leia o nosso post onde apresentamos algumas ferramentas práticas que irão te ajudar nessa tarefa.

Localização do servidor

Outro fator extremamente importante e que conta muito para a velocidade de carregamento de um site é a localização do servidor. Uma coisa é certa: qualquer site está hospedado em um servidor físico em algum lugar do mundo. Por mais que sua modalidade de hospedagem seja cloud (em nuvem) existe um conjunto de tecnologias e equipamentos físicos por trás de todo esse sistema para prover os serviços finais.

servidor-hospedagem-weblink

Tempo de latência

O que ocorre nos serviços de hospedagem é que quanto mais distante está o servidor do navegador do usuário, mais tempo o site leva para carregar os dados e isso pode ser frustrante para todas as partes. Esse tempo de carregamento entre o servidor e o navegador local é chamado de latência e faz muita diferença para um site, pois cada segundo de espera na Internet conta muito para o usuário final. Portanto, se possível e dependendo do seu projeto, escolha sempre um serviço de hospedagem que conte com servidores locais, ou seja, em nosso país.

Cuidado com os limites de banda

É importante se atentar a esse aspecto na sua hospedagem, pois a maioria das empresas estabelece limites de tráfego e dependendo do seu site, esse limite pode ser facilmente ultrapassado e o resultado pode ser o pior possível: site “fora do ar”! Ao perceber que o seu site ou projeto está atingindo os limites estabelecidos, converse com o seu provedor para aumentar esse recurso e não ter problemas.

Site offline de jeito nenhum

Não há coisa pior para o trabalho de SEO do que um site offline, pois de nada adiantará todos os trabalhos de produção de conteúdo, otimizações on page e outros esforços se um site não recebe visitas. Além disso, sites constantemente fora do ar são penalizados no ranqueamento e com o tempo podem simplesmente desaparecerem das buscas.

Tempo de atividade do servidor: Uptime

Outro fator que conta muito para a otimização SEO é o tempo de disponibilidade do seu site. Sites que ficam “fora do ar” ou apresentam oscilações frequentes não são bem vistos pelos buscadores, tão pouco pelos usuários finais. O tempo que um servidor fica ativo é conhecido por uptime, por isso esse fator é muito importante na escolha de um bom serviço de hospedagem. Dessa forma, fique atento ao tempo de atividade que a empresa de hospedagem oferece. Em geral, as boas empresas de hospedagem garantem 99,9% de tempo de atividade do servidor, mas cuidado para não fazer escolhas erradas com ofertas enganosas.

Como trabalhar a otimização do site no provedor de hospedagem

Muitas funções e otimizações só podem ser feitas diretamente no servidor web e para isso é preciso ter acesso ao serviço de hospedagem, bem como algum conhecimento técnico na área. Como a maioria dos usuários iniciantes não possui esses conhecimentos, muitos recursos de otimização podem passar despercebidos. Abaixo vamos continuar aprendendo como otimizar o seu site diretamente na hospedagem.

Comprimindo o conteúdo no servidor web

A principal ação que pode ser feita no servidor é a compressão dos arquivos para uma renderização mais rápida e menos pesada. A compressão do seu conteúdo economiza largura de banda e melhora o tempo de renderização, especialmente em dispositivos com conexões lentas de internet. Além disso, a compressão também reduz a carga no seu servidor. A lógica é simples: quanto menos esforços o seu servidor fizer, menos tempo será gasto com a transferência de dados. Ao comprimir o conteúdo do seu site, os arquivos ficam mais leves e com isso o tempo de “conversa” entre o servidor e o navegador também é menor.

hospedagem-weblink

Compressão Gzip ou Deflate

A melhor maneira de habilitar essa compressão de dados é usando mod_deflate ou mod_gzip. Esses recursos nada mais são do que módulos do servidor Apache que passam pelo processo de compactação, antes que sejam enviados ao usuário final. Essas compactações oferecem uma grande redução no tamanho dos arquivos finais e é possível usá-las para comprimir automaticamente todos os conteúdos HTML, CSS, JavaScript, XML e até imagens SVG, que são uma forma de xml. Se o seu servidor não estiver configurado para comprimir o conteúdo, e você não pode alterar isso, verifique com o seu provedor de hospedagem essa possibilidade ou consulte um desenvolvedor mais experiente para prosseguir com as devidas ações, pois o resultado vale muito a pena.

Cloudflare

O Cloudflare é um serviço de distribuição de conteúdo (também conhecido como CDN) que opera por meio de uma rede de servidores e tem o intuito de reduzir a carga de dados nos servidores locais e consequentemente aumentar a velocidade de carregamento dos sites. Essa ferramenta cria e armazena várias cópias do seu site em diversos servidores que estão distribuídos pelas CDN’s do mundo todo. Com isso é possível obter 30% a mais de agilidade no carregamento das páginas e consequentemente melhorar o rankeamento nos buscadores. Se você não tem acesso ou não sabe como ativar esse recurso, peça auxílio a sua empresa de hospedagem, pois essa ação pode garantir mais velocidade na abertura das páginas e com isso melhorar o SEO de forma geral.

Certificado SSL

Há algum tempo o Google anunciou que a preocupação com segurança digital também seria um dos fatores que impactariam no rankeamento. Dessa forma, oferecer uma conexão segura aos usuários não é mais um requisito apenas para lojas virtuais e grandes empresas. Com isso, a adesão de um certificado SSL que permite a conexão segura com uma camada a mais de segurança para proteger dados por meio de criptografia é mais um requisito para melhorar o seu SEO. Esse certificado pode ser comprado ou adquirido diretamente pelo seu provedor de hospedagem, de forma gratuita ou paga. Na Internet existem alternativas gratuitas como o caso do Let’s Encrypt que oferece um certificado SSL a custo zero.

hospedagem-sites-weblink

Conclusão

E então, você já conhecia ou sabia dessas informações? A otimização e as ações de SEO não se resumem apenas à produção de conteúdo, mas sim a um conjunto de fatores e ações que devem ser constantemente monitoradas e aprimoradas. Por fim, mantenha contato sempre com o seu provedor de hospedagem e analisem em conjunto quais ações podem ser tomadas para que o seu site e o seu negócio se destaquem no tão concorrido mundo web.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/hospedagem-de-sites/otimize-o-seu-site-com-uma-empresa-de-hospedagem/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *