09maio
guia para aprender o que é cms

O Que É CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo)?

Por: Andrei L. maio 9, 2019

CMS é a sigla para Content Management System que, em português, significa Sistema de Gerenciamento de Conteúdo.

Um CMS é uma plataforma com ferramentas especializadas que permitem ao usuário criar, gerenciar e modificar um site em questão de minutos.

Mas não é só isso. Hoje você vai aprender mais sobre o que é CMS, como funciona e quais as principais plataformas que você pode usar para ter seu próprio projeto na internet. Mãos à obra!

O Que é CMS e Como Funciona?

CMS nada mais é do que uma estrutura interativa virtual que o usuário pode usar para desenvolver e configurar um site, um blog ou uma loja virtual do jeito que quiser.

Sem um CMS, o usuário precisa entender de linguagens de programação para criar e gerenciar qualquer tipo de projeto online.

Uma página na internet consiste em duas partes: o Front-end e o Back-end.

O Front-end é aquilo que os visitantes de um site conseguem ver no navegador. São as postagens, imagens, vídeos, formulários de contato e qualquer outro elemento interativo mostrado.

Nesse meio termo, o que estiver apresentado em forma de texto é desenvolvido na linguagem HTML. O que for de imagem, design ou layout de uma página, é desenvolvido com as linguagens CSS e JavaScript.

Já o Back-end consiste no banco de dados e como o site em si funciona. Ele é escrito em linguagens de programação como PHP e JavaScript, entre outras.  

É no banco de dados que todo o conteúdo de um site é armazenado. Quando um usuário faz um pedido para acessar uma página pelo navegador, o conteúdo é, então, movido do back-end para o front-end.

Se você usa um CMS, você não precisa escrever nenhum código. Nem no front-end nem no back-end. É por isso que uma plataforma CMS é tão útil para qualquer tipo de usuário na internet.

Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo são amigáveis de usar e rodam facilmente em qualquer navegador.

Com eles, os usuários podem usar um administrador de conteúdos para criar postagens, páginas e lojas online. Além de, claro, compartilhar tudo pela web sem qualquer contratempo.

Também é possível configurar opções mais avançadas, como menus, design de páginas, formulários de contato, canais de inscrição, assinaturas de serviços e outras funcionalidades.

Com um CMS, você só precisa apertar o botão de Publicar para ver seu conteúdo na internet. Não é necessário fazer o upload de textos, imagens ou links. O sistema CMS gerencia tudo isso por conta própria.

Mais Funcionalidades com Plugins, Temas e Extensões

A grande maioria dos CMS contam com ferramentas extras para estender suas funcionalidades e recursos. É para isso que existem os plugins, temas e as extensões.

Cada CMS conta com sua própria nomenclatura para nomear estas ferramentas. Mas, de uma maneira geral, o propósito é o mesmo: garantir mais recursos e funcionalidades além da versão básica instalada.

Com plugins e extensões, por exemplo, o usuário pode adicionar botões de integração com redes sociais e implementar um sistema de SEO. Ou, ainda, configurar um certificado SSL e adicionar um campo de inscrição para newsletters.  

Já com temas, você pode definir o layout do seu site em poucos segundos. Ainda, definir posicionamento de botões, colunas, estilo de linhas, cores e tipos de fontes que quer usar.

A ideia por trás disso tudo é que cada dono de site, blog ou loja virtual tem necessidades diferentes. Assim, acaba precisando de recursos que se encaixem com a proposta do seu projeto online.

Não é preciso entender de programação para usar plugins, temas ou extensões. Ao invés disso, você pode instalar recursos extras com apenas alguns cliques. E mais: a grande maioria deles é gratuita.

As 4 Plataformas de CMS Mais Populares

É comum não saber por onde começar quando se aprender o que é CMS. Afinal, qual escolher a melhor plataforma? É por isso que, abaixo, você confere as 4 plataformas de CMS mais populares.

WordPress.org

wordpress.org

O WordPress é o CMS mais usado no mundo. Para ter uma ideia, ele é responsável por executar mais de 30% dos sites da internet.

O WordPress começou apenas como uma plataforma para blogs e publicações de postagens simples. Atualmente, o CMS serve para qualquer tipo de site, desde portfólios artísticos até grandes lojas virtuais.

Grande parte da popularidade do WordPress.org vem da sua versatilidade e facilidade de uso. O CMS conta, literalmente, com milhares de temas e plugins para usar e personalizar o seu site exatamente para o tipo de negócio que precisa.

DICA: Aprenda mais sobre o WordPress. Acesse o Guia Completo do WordPress!

botão começar agora no wordpress

Drupal

home do cms drupal

O Drupal é uma plataforma CMS profissional que é bem mais usada no universo corporativo. Por exemplo, empresas como NASA, Sony, Nokia e a Tesla usam o CMS como sistema padrão.

O Drupal se destaca diante os outros CMS por conta de duas características: o tempo de carregamento das páginas e o avançado sistema de segurança.

Ele ainda vem com módulos integrados que permitem adicionar qualquer tipo de recurso que o usuário quiser. Isso inclui ferramentas analíticas, de marketing ou de comércio eletrônico.

DICA: Conheça tudo sobre o Drupal! Acesse o Guia Completo do Drupal!

PrestaShop

cms prestashop

O PrestaShop é um CMS que tem ganhado cada vez mais destaque para se criar uma loja virtual. Atualmente, ele é usado por mais de 270 mil comerciantes na internet.

O PrestaShop é uma opção de CMS mais indicada para negócios de pequeno e médio porte. Ele permite uma configuração e personalização rápida de lojas virtuais que estão apenas começando a se desenvolver.

Com o PrestaShop, o usuário consegue criar páginas de venda específicas para cada produto. Também é possível usar sistemas de pagamentos, métodos de envio e escolher qual moeda usar.   

DICA: Saiba tudo do PrestaShop! É só acessar o Guia Completo do PrestaShop.

Magento

cms magento

O Magento é uma plataforma para grandes lojas online corporativas. Por exemplo, marcas como Samsung, Ford e Nike usam o CMS como seu Sistema de Gerenciamento de Conteúdo para comercializar produtos pela web.

O Magento é bastante completo. Por conta disso, também demanda um pouco mais de tempo para conhecer todas as suas principais funções. Todas focadas em comércio eletrônico.

Com o CMS, o usuário pode criar páginas profissionais de venda e entrega de produtos. Também pode gerenciar estoques, pedidos, métodos de envio e pagamento. Ainda, é possível realizar campanhas de marketing e adicionar cupons promocionais.

DICA: O Magento oferece muito mais! Acesse o Guia Completo do Magento e saiba tudo!

Vantagens e Desvantagens de Usar um CMS

Um CMS é uma opção indicada para quem quer começar qualquer tipo de negócio na internet. Mas, os Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo contam com suas próprias vantagens e desvantagens.

Confira abaixo algumas delas na hora de usar um CMS.

Vantagens

  • Sem a necessidade de conhecer ou saber sobre linguagens de programação.
  • É fácil de instalar novas funcionalidades usando plugins e extensões, como ferramentas de marketing, SEO, segurança, newsletters e formulários de contato.
  • Milhares de temas disponíveis, inclusive gratuitos, para escolher o layout ideal.
  • Cada CMS conta com níveis diferentes de gerenciamento, sendo possível definir papéis como inscrito, autor, editor e administrador para cada usuário.
  • Os CMS mais populares contam com uma grande comunidade de usuários na internet, assim como documentação oficial com guias de como usá-los.
  • A maioria dos CMS são gratuitos, sendo que é necessário investir apenas em uma hospedagem e um nome de domínio.   

Desvantagens

  • Um CMS tem menos flexibilidade do que sites desenvolvidos com linguagens de programação. Se você quiser alguma função muito específica, pode ser que tenha que contratar um programador experiente para implementá-la
  • Os temas que vem por padrão em um CMS costumam ser muito simplórios e quase sem nenhuma originalidade. E o problema de escolher entre os mais populares é que seu site pode acabar com o mesmo estilo visual de outros sites.
  • Quanto mais popular um CMS é, mais ele se torna algo de ataques maliciosos na internet. Hackers podem achar brechas no sistema, invadi-lo e danificar todo o seu projeto. Porém, é sempre possível reforçar a segurança com plugins.
  • O tempo de carregamento de uma página em um CMS é mais lento do que em sites feitos com programação pura. Para melhorar esse quadro, é preciso usar extensões ou plugins de manutenção e de aumento de velocidade dos carregamentos.  

Como Escolher o CMS Ideal para Seu Negócio Online?

Saber escolher o CMS ideal para seu negócio online pode ser uma tarefa desafiante. Ele precisa funcionar perfeitamente com seu site para que seu projeto não tenha perdas de desempenho e prejuízos.

Abaixo estão 3 dicas que vão ajudar você a escolher o CMS que mais combina com a proposta que você quer desenvolver na internet.

  1. Analise o tipo de site que você precisa. Se for um ecommerce, você pode escolher o Magento. Caso queira fazer um blog ou site de negócios pequeno, escolha o WordPress. Para um site corporativo e que vai escalonar rapidamente, considere usar o Drupal.
  2. Analise quais funcionalidades que seu site vai precisar. Antes de se decidir por um CMS, verifique quais opções de plugins e extensões ele oferece, como ferramentas de marketing, SEO, botões de redes sociais, sistema de segurança, publicidade ou cache.
  3. Analise o quanto você pode gastar com seu site. Saiba que você já precisa investir em uma hospedagem e um domínio. È possível que você precise gastar também com temas ou plugins premium, que são mais completos e contam com recursos mais avançados. Tenha uma estimativa e calcule o gasto anual.

O Que Você Precisa para Começar a Usar Um CMS?

Antes de começar a usar um CMS, você precisa se certificar de que ter requisitos básicos cumpridos.

O primeiro é encontrar uma provedora de hospedagem de site que oferece um servidor web. Todo o conteúdo do seu site, como arquivos e o banco de dados, fica armazenado nesse servidor.

O CMS sempre fica em contato com o servidor, seja baixando ou subindo arquivos. Tudo depende do tipo de ação você está fazendo, como adicionando ou removendo arquivos pelo navegador.

Uma ideia a se considerar é escolher uma provedora que oferece uma hospedagem já otimizada para o tipo de CMS que você vai usar. A WebLink, por exemplo, tem planos para WordPress que permite ao usuário configurar e instalar a plataforma facilmente.    

Depois, você precisa registrar um domínio. O domínio é o nome do seu site, que o usuário digita no navegador para conseguir acessá-lo.

Normalmente, o domínio é comprado separadamente da hospedagem de site. Sendo que, às vezes, é possível até conseguir um domínio grátis, como nos planos Premium e Business de hospedagem da WebLink.   

Depois de ter uma hospedagem e um domínio, você já pode começar a configurar o CMS a partir da sua conta de hospedagem. O processo é fácil e rápido e, com apenas alguns cliques, a instalação é automatizada e o usuário não perde tempo.

Conclusão

Conhecer o que é CMS garante ao usuário saber que existem plataformas capazes de armazenar todo o conteúdo de um site.

Não importa se é um blog, um site corporativo, uma loja virtual ou um portfólio digital. Os CMS são bastante flexíveis e altamente personalizáveis.

Você só precisa escolher aquele que mais se encaixa com a proposta do seu negócio e começar a sua jornada de sucesso na internet.

Até o próximo conteúdo!

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/o-que-e-cms/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *