25jan
guia para aprender o que é php

O que é PHP?

Por: Andrei L. janeiro 25, 2019

PHP é o acrônimo para PHP: Hypertext Preprocessor e é uma das linguagens de programação mais usadas no mundo. Com ela, programadores e desenvolvedores podem criar sites dinâmicos, extensões para aplicativos e otimizar programas e sistemas operacionais. Hoje você vai aprender um pouco mais sobre o que é PHP e como essa tecnologia tão popular funciona.

Durante o conteúdo, vamos abordar a seguinte estrutura de tópicos:

  • Como e quando o PHP surgiu;
  • Como o PHP funciona;
  • Quais as vantagens de usar PHP;
  • O que você pode fazer com PHP.

Como e Quando o PHP surgiu?

As origens do PHP datam de 1994, quando Rasmus Lerdorf, um programador dinamarquês, usava um conjunto de códigos binários CGI (Common Gateway Interface), escritos em linguagem C, para fazer a ligação lógica entre dois sistemas ou servidores pela internet.

Esse mesmo conjunto de códigos, que nada mais era do que um aglomerado de scripts, foi inicialmente nomeado como PHP/Fi, uma versão prematura do PHP. Com ele, Rasmus monitorava a quantidade de acessos ao seu currículo online, disponibilizado no seu site particular.

Naquele mesmo ano, esse pacote de scripts foi ganhando mais recursos e implementações. Foi assim que o programador renomeou seu produto para Personal Home Page Tools (PHP Tools), um conjunto de ferramentas úteis para integrar sistemas e desenvolver aplicações web sem dificuldades.

Em 1995, Rasmus liberou o código fonte do PHP Tools para o público geral. Isso abriu as portas para ideias de outros desenvolvedores, que puderam mexer e otimizar a estrutura do código central da tecnologia livremente. Em outras palavras, ela foi se aperfeiçoando.

Foi assim que o PHP Tools foi ganhando cada vez mais popularidade. A linguagem de programação ficou, então, mundialmente conhecida apenas como Personal Home Page (PHP) ainda em 1995. Algo que foi novamente atualizado em 1997 para PHP Hypertext Preprocessor.

Como o PHP funciona?

Por ser uma linguagem de scripts, o PHP é quase sempre usado em parceria com o HTML. O HTML é uma outra linguagem de computação (não de programação). E é utilizada para marcação de blocos de textos estáticos para compor páginas na internet.

A conexão entre o PHP e o HTML acontece quando o usuário (programador ou desenvolvedor) insere um código PHP dentro de um script de HTML. A mágica acontece quando esses códigos são executados.  

Quando um usuário quer acessar uma página da web, o código PHP é executado em um servidor que, então, gera o código HTML em que ele está inserido e envia a resposta com a página carregada para o navegador do usuário.

Em outras palavras, o servidor recebe o pedido de acesso a uma página. O PHP processa essa informação e, então, devolve ao navegador do usuário o resultado dessa interpretação, mostrando um conteúdo em formato HTML.

O mesmo processo acontece caso o usuário esteja trabalhando com PHP junto com outras linguagens, como CSS (folhas de estilo) ou JavaScript.   

5 Vantagens para Usar PHP

Não é à toa que o PHP se tornou uma das linguagens de programação mais usadas no mundo. As vantagens que ela proporciona atendem às necessidades tanto de usuários iniciantes quanto experientes em programação e desenvolvimento para internet.  

Veja, abaixo, 5 motivos para usá-la:

  • Fácil de Aprender. A linguagem PHP é uma das mais acessíveis para aprender a usar. A sintaxe (as regras que regem a lógica das configuraçṍes) tem padrões fáceis de memorizar e entender. E, se você já tem alguma noção de linguagem C ou Java, então, vai se sentir em um ambiente familiar e propício ao desenvolvimento das suas habilidades
  • Alto Desempenho. O PHP é capaz de suportar grandes quantidades de dados. Com isso, a linguagem consegue executar muitas funções e consumir muitos recursos ao mesmo tempo. E sem comprometer o desempenho e a velocidade do servidor em que está hospedado.  
  • É Código Aberto. Isso significa que a linguagem PHP é gratuita para qualquer usuário. Mais do que isso, desenvolvedores e programadores experientes com acesso ao código-fonte podem fazer atualizações e melhorias periódicas. Isso significa mais recursos, funcionalidades, estabilidade e menos bugs (erros).   
  • É Multiplataforma. É a facilidade que os usuários têm de poder usar e rodar a linguagem PHP numa variedade de sistemas operacionais. Windows, Linux (e suas distribuições) e MacOS são alguns deles. O mesmo acontece entre os navegadores: Chrome, Safari, Edge, Firefox e Opera, entre outros, são todos compatíveis.   
  • Compatibilidade com Bancos de Dados. Um banco de dados é o local onde você guarda todos os dados e informações do seu projeto (site, blog ou loja virtual) na internet. A linguagem PHP é compatível com os principais tipos de bancos de dados, como MySQL, SQLite, Firebird, Interbase e Oracle.

O Que é Possível Fazer com PHP?

A linguagem PHP pode ser empregada em praticamente qualquer utilidade que você queira fazer ou desenvolver na internet. Isso inclui desde a criação de sites até o desenvolvimento de aplicações de serviços e sistemas na web.

Abaixo, listamos algumas possibilidades do que é possível criar e gerenciar com PHP.

1. Sites Dinâmicos

Sites dinâmicos são aqueles em que os elementos mostrados neles não ficam estáticos. Suas páginas são gerenciadas por uma aplicação hospedada em um servidor. Com o PHP, é o usuário que determina como uma página será mostrada quando for carregada em navegador. Você pode fazer isso com plataformas de publicação de conteúdos dinâmicos, como WordPress, Drupal, Joomla, Magento e OpenCart.

2. Aplicações para Internet

O PHP permite criar aplicações para qualquer tipo de finalidade na internet. Digamos que você queira incluir um formulário de contatos no seu blog. Ou um fórum de discussões para fazer com que os visitantes do seu site interajam uns com os outros. Ou, ainda, desenvolver e publicar uma galeria de imagens estilizada para sua loja virtual. Tudo isso é possível usando a linguagem de programação.

3. Plugins para WordPress

Plugins são extensões que adicionam novos recursos e funcionalidade ao WordPress, o CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) mais usado no mundo. A plataforma é extremamente popular e sua comunidade de usuários e desenvolvedores é tão engajada que atualizações, melhorias e novos aplicativos são lançados com bastante frequência. Com o PHP, é possível criar plugins para o WordPress e cobrar por isso.  

4. Sistemas para Web

Sistemas são conjuntos de dados e informações que se integram e se comunicam uns com os outros. No caso da web, são serviços que você pode desenvolver com PHP para atender a uma determinada finalidade. Pense em um sistema de cursos online com páginas de textos, vídeos, jogos interativos e telas e de logins e senhas. Ou numa rede interna de uma empresa que só os funcionários podem acessar, receber novidades, ver o planejamento das tarefas do dia e o ponto eletrônico.  

Conclusão

O PHP é uma das linguagens de programação mais versáteis e intuitivas que existem. Ela é muito usada não só por programadores experientes, mas também por quem está começando a aprender a como programarEstá esperando o quê para colocar a “mão na massa” e começar a desenvolver seu próprio site e aplicativo para internet?

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/php/o-que-e-php-conheca/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *