06ago
artigo explica o que é github e para que serve

O Que é GitHub e Para Que Serve

Por: Carlos Estrella agosto 6, 2019

O GitHub é um site que abriga um software de controle de versão de desenvolvimento através do sistema Git. Falando assim, parece complicado né? Mas entender o que é GitHub e para que ele serve é mais simples do que você possa imaginar. Trata-se de um sistema que possibilita trabalhos em colaboração com outros desenvolvedores — estejam eles do seu lado ou em outro continente.

Através desse sistema, duas ou mais pessoas podem editar arquivos existentes ou criar novos sem arriscar que suas alterações sejam apagadas pelas modificações de outros membros da equipe. Isso é útil para os mais diferentes tipos de projetos, mas antes de explicarmos os motivos, vamos dar um passo para trás e falar sobre Git.

O Que é Git?

Git é um sistema distribuído de controle de versões, que permite que os usuários acompanhem mudanças no código-fonte durante o desenvolvimento de software. Existem diversas ferramentas do tipo no mercado, mas o Git é a mais popular, sendo utilizada por 42,9% dos desenvolvedores de software profissionais.

Esse sistema foi criado em 2005 por Linus Torvalds, o criador do Linux, que na época precisava de uma ferramenta como essa para gerenciar o desenvolvimento do kernel junto de outros programadores que colaboravam com ele.

Em julho do mesmo ano, porém, o gerenciamento do projeto passou para as mãos do japonês Junio Hamano – inclusive, em 2012 Torvalds reconheceu o acerto que foi confiar o projeto às mãos de Hamano.

página do gerenciamento do kernel git

Um sistema de controle de versões é bastante útil para manter registro das alterações que são promovidas na base do código do projeto. Ainda dá para ver quem fez cada mudança e recuperar linhas de código que foram deletadas ou alteradas.

Afinal, até após a chegada dos aplicativos e programas ao mercado, é quase regra que os desenvolvedores continuarão lançando updates, arrumando bugs e implementando novos recursos.

O Que o GitHub Traz de Diferente?

Como o próprio nome já aponta, o grande diferencial do GitHub é que ele acrescenta um hub (ou plataforma) para o sistema de gerenciamento de projetos Git. Basicamente essa diferença faz com que o GitHub seja a maior rede social de desenvolvedores do planeta.

página inicial do site github

A plataforma permite que você faça gratuitamente o upload de seus projetos. Também é possível seguir e acompanhar os principais projetos de desenvolvimento open-source do mundo com bibliotecas e frameworks completos para você conferir. Dependendo do seu interesse e do projeto, dá até para reportar bugs para os desenvolvedores e até mesmo enviar sua própria contribuição com uma correção para o código.

Esse é o grande motivo que torna o GitHub tão popular, já que ele permite que todos os desenvolvedores do time tenham acesso ao código que está sendo desenvolvimento, adicionando seus próprios branches e commits.

Commits

Falando nisso, commits são pontos dentro do histórico de edição de um projeto e são formados por um conjunto de alterações nos arquivos. Eles trazem uma descrição que detalha exatamente o que foi modificado no código e um ponto para restaurar uma determinada versão do projeto.

Branches

Já os branches (ou ramificações) servem para que os programadores possam trabalhar em funcionalidades maiores, que demandam mais tempo de desenvolvimento, sem afetar a versão atual do aplicativo. O GitHub cria uma cópia do diretório que poderá então ser desenvolvida de maneira isolada, sem afetar o repositório central ou outras ramificações.

Quando se finaliza o trabalho num branch, ele pode ser unido a outras ramificações através do processo conhecido como merge. Caso você deseje unir essa ramificação isolada com o repositório central, basta usar o Pull Request.

Pull Request

Ao utilizar o comando Pull Request, o responsável pelo gerenciamento do projeto receberá uma solicitação para analisar o pedido e decidir se aceita ou não determinada contribuição. Isso serve tanto para unir branches com o repositório central quanto para permite que alguém copie os arquivos para seu computador pessoal.

Muitos projetos de código aberto no GitHub usam Pull Requests para gerenciar mudanças feitas por colaboradores, já que essa é uma maneira fácil de notificar os gerentes dos projetos sobre mudanças. O método também é útil para iniciar revisões de códigos e discussões gerais sobre determinadas mudanças antes de implementá-las no repositório central.

Forking

Há ainda o processo de forking, onde se inicia um novo projeto com base em repositórios já existentes. Ou seja, você copia um projeto que já existe e faz as modificações que deseja antes de criar um novo repositório para si. Assim, cria-se um branch central totalmente novo, não afetando o diretório central anterior. Dá até para aplicar modificações do novo diretório para o fork atual.

Resumo

Ter conhecimento, prática e até um portfólio no GitHub é algo que se torna cada vez mais importante para os desenvolvedores. Os principais projetos de programação do mundo possuem seus códigos hospedados no site, que é uma ferramenta fundamental para quem deseja trabalhar em equipe com outros colaboradores.

Você pode restaurar versões anteriores usando commits e criar branches para trabalhar em grandes novidades sem afetar o código do repositório principal. Ainda dá para usar o recurso de forking para iniciar um projeto totalmente novo com base em repositórios já existentes.

No GitHub você encontra todas as ferramentas que precisa para gerenciar seus projetos e acompanhar as constantes atualizações feitas por colaboradores – o que pode ser útil mesmo que sua função não seja de desenvolvedor. Conta pra gente nos comentários abaixo como o GitHub já te ajudou a gerenciar seus projetos!

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/programacao/o-que-e-github/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *