14jan
ilustração de capa para conteúdo com dicas de SEO para alcançar as primeiras posições dos buscadores

12 Dicas de SEO para Colocar seu Site no Topo dos Buscadores

Por: Andrei L. janeiro 14, 2019

Neste artigo, você vai aprender Dicas de SEO e estratégias que pode executar para melhorar o ranking do seu site e chegar ao topo dos resultados dos motores de busca

Vamos começar!

O Que é SEO e Para Que Serve?

SEO é a sigla para Search Engine Optimization que, em português, significa Otimização para Motores de BuscaEssa prática é um conjunto de técnicas e configurações que você pode aplicar no seu site para que ele seja visto com mais carinho pelos motores de busca, como o Google.

Com as técnicas de SEO aplicadas de maneira correta, é possível fazer otimização de sites e conseguir alcançar as melhores posições nos motores de busca. E de forma orgânica, inclusive, que é aquela em que você não precisa gastar com publicidade para aparecer em destaque.

Essa otimização pode ser feita de diferentes formas. Pode ser dentro do próprio texto, nas configurações do seu site e até na maneira como as imagens são inseridas e nomeadas nos conteúdos.

Quanto mais otimizado é um site, mais chances ele tem de aparecer na primeira página dos resultados das pesquisas. E é exatamente isso o que você vai querer para ganhar mais tráfego, vender mais e ser uma referência na rede.

Em suma, as práticas de SEO podem ser divididas em:

  • SEO On-Page. São aquelas aplicadas DENTRO das páginas do seu site. Pode ser nos conteúdos que você publicar, nas páginas de destaque (como landing pages, por exemplo), no tempo de carregamento do site e também na otimização do código da linguagem em que ele é executado.
  • SEO Off-Page. São aquelas aplicada por FORA das páginas do seu site. São basicamente os links que você usa para referenciar outros sites e os links de outros sites que referenciam o seu (backlinks).

Por Que SEO é Importante Para Seu Negócio Online?

Quem está na internet quer ser visto e lembrado como uma referência em qualquer área de atuação. Um site bem otimizado para SEO garante que ele seja mostrado e recomendado nos resultados de pesquisa.

Agora, vamos considerar uma situação hipotética em que você tenha um site sobre tênis importados. E que, mensalmente, cerca de 50 mil pessoas procurem no Google pelos termos “tênis importado”.

Considerando que seu site esteja entre os primeiros resultados mostrados na busca, as chances de receber mais tráfego e de vender mais aumentar exponencialmente. E não é exatamente este tipo de sucesso que você quer para seu negócio?

Um estudo de cliques orgânicos (não patrocinados) mostra, inclusive, que o 1° lugar nos resultados de buscas no Google recebe 21% de todos os cliques dos usuários da internet. O 2° fica com 10% e, o 3°, com 7%.

Dicas de SEO: 12 Tarefas para Aplicar no Seu Site em 2020 

Como colocar meu site no topo do Google é uma das perguntas mais comuns de quem tem está começando sua jornada na internet.

A resposta é que, sabendo qual a intenção de pesquisa do usuário e otimizando as páginas de acordo com palavras-chaves, além de produzir conteúdos de qualidade, é possível chegar às melhores posições das ferramentas de busca.

Mas o que exatamente você precisa fazer de SEO? Abaixo, destrinchamos 12 dicas de SEO que você pode executar hoje mesmo no seu projeto online.   

1 – Pense na Intenção de Busca do Usuário

O primeiro passo é entender como o seu usuário ou público-alvo pesquisa pelos termos mais usados em relação ao seu negócio. E, a partir deste ponto, elaborar uma listagem com palavras-chaves apropriadas para ser encontrado através das pesquisas por estas mesmas palavras-chaves.

Retomando a ideia de que você tenha um site sobre tênis importados, de nada adianta querer aparecer nos resultados de busca em conteúdos com palavras-chaves sobre dietas milagrosas, perfumes importados ou chocolates dietéticos. Seu negócio simplesmente não se relaciona com estes termos.

2 – Defina Palavras-Chaves de Cauda Longa

Assim que tiver uma relação de palavras-chaves sobre os assuntos que você quer escrever ou produtos que quer vender, o ideal é optar por usar palavras-chaves de cauda longa.

O termo “cauda longa” se refere a palavras-chaves formadas por três ou mais palavras, que acabam formando uma pequena frase. Por exemplo, temos a palavra-chave de cauda longa hospedagem de sites barata.

Ou seja, usuários de internet que busquem no Google pelos termos hospedagem de sites barata vão encontrar a WebLink como recomendação de serviço com preços mais atrativos que outros provedores.

posição da WebLink no Google para hospedagem de sites barata

Pelo viés do usuário, a pesquisa é segmentada e bem mais especializada. Sendo assim, eles acabam encontrando exatamente o que querem. E é o próprio algoritmo do Google que define quais as melhores sugestões de páginas ou conteúdo que serve ao propósito da intenção de busca do usuário.  

Por isso, usar palavras-chaves de cauda longa é um grande diferencial. Ao invés de usar palavras-chaves genéricas, onde a competição pelas melhores posições é muito maior, as de cauda longa representam melhor a intenção do seu negócio para o usuário e aumenta as suas chances de ranqueamento com termos mais específicos, em que a competição é bem menor.  

3 – Use Sinônimos e Palavras com Semântica Parecida

Após definir as palavras-chaves que vão nortear o posicionamento das páginas e conteúdos do seu site, use também sinônimos e palavras-chaves secundárias com semântica parecida às principais. Essas são duas dicas de SEO que ajudam muito no ranqueamento nos buscadores.  

O propósito disso é que o Google avalia a maneira como você insere palavras-chaves, a semântica e o contexto da página para classificar qual conteúdo é realmente relevante para o usuário. Por isso, use e abuse dessa prática. Mas saiba que é preciso deixar tudo o mais natural possível.  

Por exemplo, digamos que você tenha um conteúdo sobre os melhores games de 2018. Então, algumas das sugestões de termos semânticos e contextuais que você pode usar, são:

  • melhores jogos eletrônicos de 2018;
  • games lançados em 2018 que você precisa jogar;
  • os games que mais se destacaram no ano passado;
  • lista de games mais marcantes em 2018.

4 – Escreva Conteúdos de Qualidade

Um conteúdo de qualidade é aquele que responde às dúvidas do usuário de acordo com as intenções de pesquisa com as palavras-chaves escolhidas por ele. Essa é uma das técnicas de SEO que mais influenciam no posicionamento de uma página nos motores de busca.

Escrever um conteúdo relevante significa que você deve produzir um texto que entregue uma solução rápida e eficaz para quem tem algum tipo de problema na internet. Pode ser um tutorial, um guia informativo ou um passo a passo sobre como corrigir algo.   

Os motores de busca são programados para rastrear conteúdos publicados na internet que são realmente úteis para o usuário. E os conteúdos com melhor ranqueamento são aqueles com que têm um texto cativante, profundidade nas ideias e imagens que complementam os parágrafos.     

aplique técnicas de seo nos seus conteúdos para ranquear melhor

5 – Não Copie Conteúdos de Outros Sites

De nada adianta você se planejar para escrever algo se, final das contas, você vai apenas copiar o que outros sites já fizeram. Isso é considerado plágio.

Como consequência, os buscadores entendem que você não está se esforçando para destacar entre os conteúdos já disponíveis na internet.

O resultado é a penalização dos rankings gerais do seu site ou domínio. Assim, todas as páginas do seu site, principalmente daquelas palavras-chaves que você quer ranquear bem, caem de posição drasticamente. mesmo acontece com o tráfego total (o número de visitas e acessos organicamente) e também a quantidade de conversões (transações ou vendas de produtos).

É praticamente impossível pensar e criar um conteúdo que ainda não tenha sido publicado na web. Pensar em algo 100% original e que nunca tenha sido escrito antes é quase uma perda de tempo.

O que você pode fazer é criar uma outra abordagem, uma escrita criativa e desenvolver seu conteúdo de uma forma ainda mais útil para o usuário.

Lembra das dicas de conteúdo de qualidade e dos termos semânticos? Eles são de extrema importância nesta parte. Dessa forma, você pode encontrar palavras e expressões contextuais que expliquem da sua maneira exatamente o que você quer descrever.

E, mesmo que outro site já tenha feito algo muito parecido, pelo menos você evitou de usar as mesmas palavras.

6 – Hierarquize os Conteúdos

Hierarquizar é delimitar a importância de alguma coisa em relação a outra. Sendo que a mais importante delas aparece antes das demais e recebe um destaque maior. É basicamente isso o que você precisa fazer com os conteúdos que publicar.

Além de tornar a leitura do usuário mais fácil e objetiva, essa técnica de SEO faz com que os motores de busca encontrem seu conteúdo pela organização do seu texto. Assim, eles vão recomendar a sua página como a que melhor representa a solução para as palavras-chaves pesquisadas.

Inicialmente, o que você deve fazer é definir uma estrutura de tópicos com as informações que você quer abordar no conteúdo. E, a partir daí, hierarquizá-los em cabeçalhos (headings) com títulos e subtítulos de acordo com a importância que você quer dar a eles. É como se fosse um esqueleto do mais importante para o menos importante.

A estrutura de hierarquia em conteúdos publicados na internet é:

  • H1 (Heading 1). É o título da página. Tem a prioridade mais alta e é aqui que você deve caprichar para capturar a atenção do leitor.
  • H2 (Heading 2). São os subtítulos que você cria para dividir o tema do seu conteúdo  em tópicos.
  • H3 (Heading 3). São os subtítulos do H2. Devem ser usados para adicionar informações extras tópicos que você for definir.
  • H4 (Heading 4), H5 (Heading 5)…. Funcionam como o H3. Delimitam ainda mais as informações complementares de um conteúdo.   

7 – Posicione Palavras-Chaves nos Locais Indicados

Definir as palavras-chaves, sinônimos e termos semânticos para uma página ou conteúdo que você quer ranquear é apenas uma das etapas que você precisa fazer para alcançar as melhores posições.

A sequência desta tarefa é saber exatamente onde posicionar as palavras-chaves que você escolheu. É assim que você vai informar aos rastreadores do Google o quão bem otimizada é a sua página. E é a partir daqui que ela vai aparecer como sugestão de conteúdo para os usuários da internet.

Resumidamente, você precisa colocar palavras-chaves no (na), quando encaixar e da maneira mais natural possível:

  • Título (H1). É o título principal da página ou do seu conteúdo. 
  • Subtítulo (H2). É o subtítulo de algum subtópico que você quer escrever no seu conteúdo. Essa ocorrência deve ser de, pelo menos, uma vez. Não repita esse processo em outros H2s, pois essa prática é considerada nociva aos buscadores.
  • Ao longo do conteúdo. Distribua a palavra-chave escolhida pelo seu conteúdo. Mas não exagere. O encaixe deve ter uma contagem balanceada e livre de vícios de abarrotamento. E lembre-se: use sinônimos e termos semânticos para complementar suas ideias.  
  • Meta-descrição. É uma descrição que você cria para seu conteúdo e que aparece nos resultados de pesquisa explicando o que sua página aborda. Veja o exemplo abaixo da página de Hospedagem de Sites da WebLink.
    exemplo de meta-descrição na WebLink

  • ALT Text. É o texto alternativo no processo de otimização de imagens. Serve como uma legenda para você informar aos buscadores qual o conteúdo da imagem que você quer usar. Veja o modelo abaixo, retirado da plataforma WordPress, em que a palavra-chave é fazer backup.
    exemplo de alt tag na weblink

  • URL. É o endereço que vai após o domínio da sua página ou site. Veja o exemplo abaixo, numa situação em que a palavra-chave escolhida é hospedagem de sites.
    exemplo de url otimizada para SEO na Weblink

8 – Crie uma URL Amigável

Uma das formas que os motores de busca rastreiam por páginas e identificam a intenção dos seus conteúdos é pela URL.

Sendo assim, você precisa facilitar essa varredura e deixar o mais explícito possível para que os robôs possam apontar para os resultados das pesquisas quais as páginas mais indicadas.

Por conta disso, não exagere na composição da sua URL. Algumas características que tornam uma URL otimizada para motores de busca são:

  • Ser curta e de fácil interpretação;
  • Conter a palavra-chave que você quer ranquear;
  • Fazer referência ao conteúdo e ao título dele;
  • Ter apenas um subdomínio;
  • Não ter caracteres especiais ou símbolos incomuns.

9 – Otimize Suas Imagens

O Google também rastreia páginas e conteúdos através das imagens que você insere neles. Por isso, você precisa fazer a otimização de todas as imagens do seu projeto online.

Os motores de busca ainda não conseguem entender exatamente o que uma foto mostra. Então, você precisar usar algum texto de apoio para fazer com que eles saibam qual o conteúdo destas imagens.

Tudo o que você precisa fazer é criar uma descrição para essas imagens. Essa descrição é feita:

  • No nome do arquivo da imagem. É a forma como você vai chamar o arquivo da imagem. Algo como dicas-de-SEO. Além de remeter ao conteúdo que você está criando, considere incluir algo que também está contextualizado com a página que você inseriu tal imagem.
  • Na configuração do texto alternativo. Também conhecido como ALT Text, é como se fosse uma legenda para a foto. Independente do nome que você der ao arquivo da imagem, a legenda garante que os buscadores encontrem a imagem pela descrição dela e pela aproximação com o conteúdo em que ela está inserida.

otimize suas imagens com SEO e apareça nas buscas do google

10 – Consiga Backlinks para seu Domínio

Backlinks são links que apontam do seu site para outras páginas e de outras páginas para o seu site. Este é um dos principais fatores que influenciam no ranqueamento de uma página perante o Google.

Isso porque os motores de busca entendem que, se uma página ou conteúdo é linkado em muitos sites, ele provavelmente é extremamente útil para o usuário.

Assim, um domínio referenciado muitas vezes se torna relevante, conquista autoridade e sobe para as primeiras páginas dos buscadores.   

Existem algumas formas de conquistar backlinks para o seu site. Algumas estratégias que você pode usar são:

  • Produzir Conteúdos de Qualidade. Independente do assunto que você vai abordar no seu site, certifique-se que seja algo completo, que ajude o leitor a resolver algum problema e que tenha real relevância na internet. Não não coloque conteúdo desnecessário e jamais copie textos de outros sites e blogs.
  • Produzir Guest Posts. Guest posts são postagens que você realiza como autor convidado em outros sites e blogs. Ofereça seus conteúdos com links inseridos estrategicamente a outros portais. Da mesma forma, receba postagens de terceiros numa prática amigável de troca de favores.   
  • Escrever Publieditoriais. Estes conteúdos têm o intuito de divulgar uma marca, serviço ou produto. Os textos são mais comerciais, sendo que você pode fechar parcerias com outros sites para publicar seus conteúdos com links específicos em outras páginas. Assim, você conquista backlinks.
  • Comentar em Outros Blogs. Blogs geralmente têm um espaço para você deixar um comentário sobre o assunto publicado por terceiros. Você pode deixar uma resposta e, nela, um link para um conteúdo do seu site. Mas só faça isso se fizer sentido ou se o link que você quer deixar tem a ver com o conteúdo da página visitada. Caso contrário, sua página pode ser penalizada.

11 – Faça Linkagens Internas e Externas

Não se descuide também das linkagens internas e externas nas páginas e conteúdos do seu site. Essas duas estratégias se combinando atuando como uma espécie de nutrição e fortalecimento de boas práticas de SEO dentro do seu próprio domínio. Algo que os buscadores adoram.

Basicamente, essas linkagens informam aos buscadores quais páginas priorizar ao melhor ranqueamento e que você também é cuidadoso quanto ao embasamento de informações compartilhadas nas suas publicações.

Ou seja, você ganha autoridade e relevância organicamente simplesmente por fazer suas páginas serem ainda mais amigáveis e úteis aos usuários, visitantes e clientes.

  • Linkagem Interna – É quando você linka conteúdos e páginas entre si dentro um mesmo domínio. Por exemplo, uma postagem do seu blog ser linkada em uma outra postagem também do seu blog. Ou uma página de promoção linkada dentro de uma postagem de blog sobre o assunto que você está escrevendo ou promovendo.
  • Linkagem Externa – É quando você linka domínios externos nas páginas e conteúdos do seu site. Na maioria das vezes, são páginas e sites consolidados com informações relevantes que ajudam a corroborar o que você está publicando naquele momento. Pode ser um relatório com dados atualizados, alguma notícia impactante ou até mesmo algum artigo da Wikipédia.

12 – Tenha um Site Responsivo e Veloz

Outras duas dicas de SEO que ajudam no ranqueamento de uma página nos motores de busca são ter um site responsivo e que também carrega rapidamente.

Um site responsivo é aquele que se ajusta a qualquer tipo de resolução de tela. Ou seja, os elementos de uma página se reorganizam de maneira que todo o seu conteúdo possa ser lido em qualquer tipo de aparelho, tela e por qualquer usuário.  

Além disso, um site que carrega rapidamente evita frustração e irritação do usuário, que não quer ficar esperando para acessar um conteúdo de interesse. E, quanto menos levar essa espera, mais a fim um usuário vai estar e mais tempo ele tende gastar em um site.

A ideia por trás desses dois fatores é melhorar a experiência de navegação do usuário, seja em um desktop, dispositivo móvel ou aparelho portátil. Afinal, ninguém gosta de perder tempo na internet e todo mundo está a procura de informação útil e de qualidade na rede.

Faça um Teste de Compatibilidade do seu Site com Dispositivos Móveis e um Teste de Velocidade de Carregamento dele agora mesmo. Com os resultados, você terá uma noção exata de quais páginas ou elementos precisa otimizar para ter melhores posições no Google.

Ferramentas para Usar e Dominar o SEO

Dicas de SEO também incluem uma série de ferramentas que você pode usar para otimizar e melhorar ainda mais o rankings das páginas do seu site.

E para não muita coisa as dicas de SEO que mostramos acima servem se não tem uma ideia de como usá-las no seu trabalho no dia a dia.

Sendo assim, abaixo estão 4 sugestões de ferramentas que vão ajudar você a conquistar as melhores posições do Google.

Google Keyword Planner

exemplo de pesquisa de palavra-chave no google keyword planner

Também conhecido como o Planejador de Palavras-Chaves, o Keyword Planner é uma ferramenta gratuita que vem junto com a sua conta no Adwords, uma plataforma para você criar e gerenciar anúncios online.

Com ela, você consegue pesquisar sugestões de palavras-chaves para compor suas páginas, landing pages e delimitar o foco dos seus conteúdos. Você obtém dados sobre a competição da palavra-chave, qual seu volume de busca e termos relacionados à pesquisa.

AnswerThePublic

exemplo de pesquisa na ferramenta AnswerThePublic

O AnswerThePublic é uma ferramenta gratuita que permite que você encontre ideias para escrever conteúdos para seu site ou blog. Para usá-la, você precisa ter. ao menos, uma ideia sobre qual assunto quer escrever.

Assim que inserir essa ideia o campo de buscas, a própria ferramenta gera termos, perguntas, preposições e subtópicos que você pode abordar ao longo do texto que for produzir.

Ahrefs

amostra da ferramenta Ahrefs para a weblink

O Ahrefs é uma ferramenta de marketing digital paga que permite que você realize uma série de funções usando um só aplicativo.

Com ela, você pode:

  • Pesquisar palavras-chaves em função do volume de busca pela dificuldade de ranqueamento;
  • Conseguir ideias de conteúdos com termos semelhantes e semânticos;
  • Analisar perfis de backlinks dos seus concorrentes;
  • Estimar volume de tráfego do seu site e das melhores páginas dele;
  • Monitorar links recebidos e perdidos.

SEMRush

tela inicial do SEMRush

Com uma versão gratuita e outra paga, o SEMRush é uma ferramenta de marketing digital que agrupa uma série de funções em um só software.

Com ela, você pode:

  • Pesquisar palavras-chaves em função do volume de buscas, tendências, custo por clique, dificuldade de ranqueamento e outras métricas;
  • Delimitar tópicos, assuntos e temas de acordo com as suas pesquisas;
  • Analisar informações dos seus concorrentes;
  • Conhecer o estilo de otimização de páginas na internet;
  • Fazer uma estimativa do tráfego que o seu site recebe.

Conclusão

Entender o que é SEO e como aplicar as técnicas corretamente é o que pode fazer a diferença entre seu site estar na primeira ou na décima página de resultados dos mecanismos de busca.

Com estas 12 dicas de SEO, você está capacitado para começar a trabalhar no futuro do seu projeto online. O caminho é bem trabalhoso e competitivo: não desista e aposte em conteúdos otimizados e de qualidade para conquistar seu sucesso na internet.

Sucesso! 😉

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/seo/seo-10-dicas-para-otimizar-seu-site/trackback/

8 Comentários:

  • Muito bom o conteudo muito obrigado pelas dicas vou compartilhar com os meus amigos

    Muito obrigado!

  • Realmente muito bom
    Obrigado pelas dicas

  • Muito bom o conteúdo, parabéns pelo texto, de fácil leitura.

  • Agradeço Andrei, achei ótimo as dicas, vai ajudar muito a desenvolver meu trabalho.

    Parabéns!!!

  • Nossa gostei muito do seu site! Vou começar a acompanhar mais vezes! Conteúdo de muita qualidade!

  • Muito obrigado pelas dicas!
    Valeu, sucesso e abraços.

  • EXCELENTE DEFINIÇÃO, CONTEÚDO DIRETO E OBJETIVO! PARABÉNS!

  • Ótimo!

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *