20jul

Acesso SSH | Conheça 10 soluções para gerenciar servidores remotamente

Por: Ricardo P. julho 20, 2017

No artigo de hoje vamos entrar em um assunto um pouco mais técnico e avançado sobre a área de hospedagem de site. Você já deve ter ouvido ou visto a sigla SSH em algum painel de controle de hospedagem. Mas você sabe o que é e para que serve um  cliente de acesso SSH?

Se você não sabe, ou mesmo se já conhece esse tipo de ferramenta fique com a gente e aprenda mais um pouco sobre essa tecnologia.

O que é acesso SSH

O SSH, também conhecido como Secure Socket Shell, é um protocolo de rede que fornece aos administradores de um servidor uma maneira segura de acessar um computador remoto. O SSH também se refere ao conjunto de utilitários que implementam o protocolo. 

O Secure Shell fornece autenticação segura entre dados por meio da comunicação de dados criptografados entre dois computadores que se conectam em uma rede insegura como a Internet. 

Para facilitar a compreensão, o SSH pode ser considerado como um computador que controla outro computador de forma virtual e remota.

Conheça também outros protocolos de internet em nosso post!

Como surgiu a tecnologia SSH

O protocolo Secure Shell foi desenvolvido por Tatu Ylonen em 1995, originalmente em resposta a um incidente de hacking na rede da universidade finlandesa. Um sniffer de senha (um sniffer é um tipo de software que captura todo o tráfego que entra e sai de um computador conectado a uma rede) foi instalado em um servidor conectado diretamente ao backbone. Quando esse sniffer foi descoberto, ele tinha milhares de nomes de usuários e senhas em seu banco de dados, incluindo vários da empresa Ylonen.

Esse incidente fez com que Ylonen se aprofundasse nos estudos sobre  criptografia e então ele desenvolveu uma solução onde foi possível usar o login remoto pela Internet com segurança. Seus amigos propuseram recursos adicionais, e três meses depois, em julho de 1995, a Ylonen publicou a primeira versão como fonte aberta. Foi aí que surgiu o OpenSSH. Mais tarde, ele tomou o protocolo de padronização no IETF e projetou o SSH File Transfer Protocol (SFTP).

O SSH nos dias de hoje

Hoje, o protocolo SSH é usado para gerenciar mais de metade dos servidores web mundiais e praticamente todos os computadores Unix ou Linux. Especialistas em segurança da informação e administradores de sistemas usam isso para configurar, gerenciar, manter e operar a maioria dos firewalls, roteadores, switches e servidores em milhões de redes e ambientes críticos do mundo digital.

O seu desenvolvedor Ylonen atualmente ainda trabalha em tópicos relacionados ao Secure Shell, particularmente em torno do gerenciamento de chaves, bem como tópicos mais amplos de segurança cibernética.

Para que serve o SSH

O acesso SSH é amplamente utilizado pelos administradores de rede para gerenciar sistemas e aplicativos de forma remota, permitindo que eles façam login em outro computador por uma rede, executem comandos e movam arquivos de um computador para outro de forma segura e sem riscos de serem interceptados por agentes maliciosos.

A tecnologia fornece uma interface baseada em texto ao criar um shell remoto. Após a conexão, todos os comandos que você digita no seu terminal local são enviados para o servidor remoto e executados lá.

Quer aprender a fazer um acesso SSH? Veja como em nosso vídeo.

E o que é esse tal de Shell?

A palavra Shell significa “concha”, “a casca”, “algo revestido” e no contexto da computação o Shell é um interpretador de comandos e é ele quem faz a ligação entre o usuário e o sistema operacional.

Um Shell refere-se a um programa que permite o usuário interagir com o computador por meio de algum tipo de interface. O Shell é a camada de programação que entende e executa os comandos que um usuário executa por um dispositivo externo – como um teclado, por exemplo.

Os programas Shells podem ter interfaces gráficas ou de texto, embora a maioria dos usuários associem os Shells como uma “interface de texto”. Pode parecer complicado, mas muitos usuários acham melhor usar o Shell por ser mais confortável, mais rápido e mais poderoso.

Conhecendo os melhores clientes SSH

Um cliente de acesso SSH nada mais é do que um programa que estabelece conexão segura a um computador remoto usando o protocolo SSH.

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre o SSH, vamos conhecer os principais programas que fazem esse “meio campo” entre o usuário e a máquina.

1-OpenSSH

A OpenSSH é um dos principais clientes para realizar login remoto com o protocolo SSH. A ferramenta criptografa todo o tráfego para eliminar a espionagem, o sequestro de dados, de conexão e outros ataques. 

Além disso, a OpenSSH oferece um grande conjunto de recursos de “tunelamento” seguro, vários métodos de autenticação e opções de configuração sofisticadas.

O OpenSSH é desenvolvido por alguns desenvolvedores do OpenBSD Project e é disponibilizado sob uma licença de estilo BSD.

2-SmarTYY

O SmarTTY é um cliente SSH com várias tabulações que permite copiar arquivos e diretórios com SCP em tempo real e com a possibilidade de também editar arquivos no próprio local.

Além disso, essa ferramenta também oferece:

  • Possibilidade de abas múltiplas em uma única sessão;
  • Possibilidade de transferir arquivos e diretórios inteiros;
  • Edição de arquivos no local
  • Execução de aplicativos gráficos de forma perfeita.

3-Bitvise

O Bitvise é um cliente SSH famoso entre os usuários Windows. A ferramenta oferece suporte a todas as versões do sistema operacional e do Windows Server de 32 e 64 bits.

O seu acesso SSH é gratuito para todos os tipos de usos, inclusive para uso comercial. Além disso, a ferramenta também já conta com o serviço seguro de transferências de arquivos (SFTP) com scripts avançados.

4-PuTTY

Essa foi a ferramenta que utilizamos em nosso vídeo tutorial que você pôde conferir acima. O PuTTY é um cliente SSH e Telnet criado por Simon Tatham para a plataforma Windows e Unix. O PuTTY é um software de código aberto e é desenvolvido e suportado por um grupo de desenvolvedores voluntários.

A ferramenta está disponível nas versões 32 e 64 bits do Windows. Se você preferir, também é possível baixar arquivos utilitários que possuem apenas as funcionalidades desejadas como:

  • Somente o cliente de acesso SSH;
  • Um cliente SFTP com sessões gerais de transferência de arquivos, bem como FTP;
  • Um cliente de acesso SSH somente para Telnet.

5-ZOC Terminal

O ZOC é um cliente SSH e emulador de terminal profissional para Windows e MacOS. A ferramenta possui uma lista impressionante de recursos, sendo uma alternativa confiável e elegante para estabelecer conexões seguras via Shell.

O ZOC Terminal é baseado no OpenSSH e suporta os métodos mais recentes de troca e criptografia de chaves que o protocolo SSH tem para oferecer.

Ao contrário do OpenSSH, este cliente SSH está envolvido em uma interface de usuário com abas modernas, com um diretório host poderoso, emulações de força industrial e scripts.

6-Dameware

O Dameware é uma ferramenta gratuita para Windows com um emulador de terminal que permite fazer múltiplas conexões telnet e SSH a partir de uma única interface fácil de usar.

Sua interface com abas permite que os administradores gerenciem várias sessões de um console. Além disso, a capacidade de salvar vários conjuntos de credenciais e conexões comumente usados ​​pode ajudar a maximizar o seu precioso tempo.

7-Xshell

O Xshell é um poderoso emulador de terminal que suporta SSH, SFTP, TELNET, RLOGIN e SERIAL. Ele oferece desempenho líder do mercado e conjuntos de recursos que não estão disponíveis em alternativas gratuitas.

Os recursos que os usuários corporativos consideram úteis incluem um ambiente com abas, encaminhamento de porta dinâmico e, além disso, o Xshell oferece muitos recursos amigáveis ​​ao usuário que não estão disponíveis em outros emuladores de terminal. A ferramenta é gratuita para uso pessoal ou estudantil, mas pode ser comprada por um valor baixo na versão paga.

8-Terminals

O Terminals é um cliente SSH simples que teve sua origem devido à necessidade de controlar várias conexões simultaneamente. Com a ferramenta é possível:

  • Gerenciar a interface de usuário
  • Configurar opções de conexão
  • Gerenciar os “favoritos”
  • Gerenciar e configurar as ferramentas de rede
  • Gerenciar credenciais de acesso
  • Gerenciar capturas de telas

Embora seja simples, a ferramenta apresenta diversas funcionalidades que facilitam o gerenciamento de conexões remotas via SSH.

9- MobaXterm

O MobaXterm fornece todas as ferramentas de rede remota importantes (SSH, X11, RDP, VNC, FTP, MOSH) e comandos Unix (bash, ls, cat, sed, grep, awk, rsync) para a área de trabalho do Windows em um arquivo .exe portátil.

Em um único aplicativo do Windows é possível obter muitas funções para administrar seus trabalhos remotos de forma mais simples. A ferramenta está disponível na versão gratuita e também na versão paga.

10-Poderosa

O Poderosa é um cliente SSH para Windows e Mac OSX criado por um desenvolver japonês e conta funcionalidades avançadas e únicas como divisão da tela e de guias, por exemplo.

Essa é uma ferramenta que começou gratuita, mas atualmente só é disponibilizada na versão paga (com um valor muito acessível), porém você pode usá-lo na versão Trial para experimentar a sua capacidade.

Conclusão

A lista acima é um apanhado das principais ferramentas de clientes acesso SSH e cada uma apresenta recursos interessantes ou até mesmo similares em relação às outras, mas dependendo das suas necessidades é interessante analisar uma a uma.

Se você precisa de mais agilidade para gerenciar os seus projetos vale a pena entender o funcionamento dessa tecnologia que confere mais segurança nas conexões remotas entre computadores.

Por fim, para não correr riscos na web, a praticidade e facilidade devem vir acompanhadas pela segurança e usar um cliente SSH é uma solução ideal para driblar esse problema.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/tecnologia/acesso-ssh-o-que-e/trackback/

4 Comentários:

  • Muito bom obrigado pela informação Deus abençoe vcs

  • Adorei parabéns
    Eu tenho dois servidores e gostaria de saber através de comando qual é ou está sendo o uso de dados por usuário SSH podem me ajudar

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *