15ago

Passo a passo para subir no ranking de buscas do Google

Por: José M. agosto 15, 2017

Você já deve ter ouvido muito sobre a importância de estar bem posicionado no maior buscador web da Internet: o Google. Estar na primeira página ou nas primeiras posições é um desafio e um objetivo almejado pela maioria das empresas, seja ela de qual segmento for. Portanto, no post de hoje vamos mostrar algumas dicas e ações que podem certamente ajudar o seu site a subir no ranking de buscas do Google.  Vamos lá?

Primeiro passo: Analise o que está “travando” o seu site

A primeira coisa a se fazer para subir no ranking de buscas do Google é uma análise profunda do seu site e identificar o que está “travando” e impactando-o negativamente. Essas ações são importantes, pois a velocidade de carregamento e abertura de um site interfere no posicionamento, além de gerar impressões (boas ou ruins) aos visitantes e potenciais clientes. Logo abaixo vamos conhecer algumas ferramentas para fazer essas análises e identificar os problemas do seu site.

Ferramentas de análise de velocidade do site

Segundo passo: O que fazer para aumentar a velocidade de carregamento de um site?

Existem vários fatores que podem “travar” um site e deixar o seu carregamento lento. Porém, a maioria desses problemas pode ser resolvida facilmente com algumas ações.  Vamos ver alguns deles e como resolver o problema de carregamento do seu site.

velocidade-site-weblink

Imagens pesadas

O excesso de imagens pesadas deixa qualquer site lento devido à carga de dados que é trocada entre servidores e o site.

Como resolver: Ao criar o seu projeto faça a compactação das imagens antes mesmo de enviá-las ao servidor ou reveja o seu projeto e modifique as mesmas para deixar o site mais leve.

Na Internet existem diversas ferramentas que podem ser usadas para diminuir o tamanho de uma imagem. Se você não quer perder tempo com programas, existem até mesmo sites onde essas tarefas podem ser feitas online como, por exemplo:

Minifique arquivos CSS, JavaScript e HTML

Linguagens como o CSS, JavaScript e até mesmo o HTML podem pesar em um site dependendo de como as mesmas foram codificadas ou escritas.

Como resolver: Editar os arquivos eliminando espaços e linhas pode ser o suficiente para fazer o processo de “minificação” do código e assim poupar espaço e tempo de carregamento do site.

Caso não saiba realizar essas ações e dependendo da tecnologia usada na construção do site, como o WordPress, por exemplo, é possível fazer isso usando plugins ou ferramentas online como:

CSS Minifier

CSS Compressor

Minifier

Excessos de plugins e gadgets

Encher o site com plugins e gadgets pode parecer tentador para deixá-lo cheio de funcionalidades legais, mas isso pode sobrecarregá-lo e deixá-lo lento.

Como resolver: Essa é a tarefa mais fácil de resolver, pois boa parte dessas funcionalidades pode ser eliminada facilmente no painel administrativo do próprio site. Dessa forma, analise o que realmente é necessário para o seu site e desinstale as aplicações que só fazem peso no seu projeto.

computador-weblink

Terceiro passo: O Google busca por palavras-chaves não por sites

Sim, é isto mesmo que você leu. Em meio a essa popularização do SEO e da importância do Google para os negócios, muitos se esquecem da lógica que está por trás do sistema de buscas.  Quando se fala em buscadores web, se fala em palavras-chaves, pois elas são o centro de todo esse mecanismo e o principal objetivo de uma ação de otimização.  Para entender de forma mais clara, ao planejar ou executar uma campanha de otimização ou SEO, todo o trabalho gira em torno de uma palavra-chave e não no site em si. Essa confusão é muito comum em iniciantes ou pessoas que não tem conhecimentos sobre a área.

Sendo assim, os sites conseguem posições nos buscadores por meio de algum termo ou palavra-chave e não pelo seu nome em si. Entendendo então, os sites são posicionados por palavras ou termos como: “pizzaria em São Paulo” e não “site de uma pizzaria qualquer em São Paulo”.  Agora que já entendemos mais claramente o conceito e qual é a lógica dos mecanismos de buscas, vamos aprender outro passo importante para subir no ranking de buscas do Google. Vamos falar sobre a otimização On Page.

palavras-chaves-weblink

Quarto passo: Invista na otimização On-page

A otimização on-page está relacionada a todos os atributos que servem para identificar e diferenciar uma página nos mecanismos de busca . Essas identificações são como “pistas” que informam os buscadores que aquele determinado site tem relação direta com a palavra-chave buscada. A seguir vamos ver os principais elementos de uma página que são considerados importantes e que devem ser otimizados.

Título da página

Em termos de SEO, o título de uma página é um dos fatores mais importantes para a otimização. Como muitos pensam esse atributo não precisa ser necessariamente ou exatamente o nome de uma página ou título de um artigo. Esse atributo se refere a uma marcação do HTML e é identificado como sendo o termo que aparece para os navegadores e para os buscadores. Em geral, os títulos não devem ultrapassar o limite de 63 caracteres para que o mesmo não seja “cortado” pelo Google.

Descrição interna

A meta-descrição é o fragmento textual que se encontra abaixo do título de um resultado de busca. É o resumo da página e o seu objetivo é convencer ou explicar ao usuário de que aquela página é condizente com o conteúdo que o usuário está buscando. Essa descrição não é um atributo determinante para melhorar ou piorar o posicionamento de uma página, tendo em vista que o Google consegue extrair um resumo automaticamente de páginas que não apresentam a meta-descrição. No entanto, essa descrição interna pode ser um chamariz ou uma isca para atrair os visitantes ou sanar as dúvidas de que aquele conteúdo realmente é relevante e merece um clique.

Endereços das páginas

A url ou endereço de uma página web é um dos elementos que os robôs procuraram em busca da palavra-chave pesquisada pelos usuários. Por isso, uma url amigável é aquela que é possível identificar facilmente uma palavra-chave ao invés de conter códigos ou números. O que é mais fácil compreender?

www.seusite.com/um-artigo-qualquer ou www.seusite.com/pxdest3486510 ?

Texto alternativo em imagens

As imagens também são elementos importantes para a otimização on-page, pois elas ajudam na identificação das palavras-chaves relacionadas ao conteúdo da página. O texto alternativo ajuda o Google a entender qual é o assunto da imagem e se a mesma tem relação com a página web. É importante que os nomes sejam simples e tenham sentido com o resto do conteúdo.

Títulos e subtítulos

Os Headings podem ser identificados pelos códigos <h1>, <h2> e assim por diante. O <h1> geralmente determina o título de uma página e na sequência temos os outros códigos que seguem por ordem de importância. O “macete” aqui é usar a palavra-chave dentro desses códigos, tanto no título como nos subtítulos, pois os mesmos reforçam a ideia central que o conteúdo da página transmite.

construção-site-weblink

Sitemap

O sitemap é uma ação que facilita ainda mais a leitura do seu site por parte dos robôs de buscas. Ao enviar um sitemap, o seu site fica “conhecido” para os robôs e isso aumenta as chances do mesmo ficar bem posicionado.

Quinto passo: Escreva conteúdo relevante e frequente com a palavra-chave

Não tem como falar em posicionamento web ou SEO sem citar a importância do conteúdo para subir no ranking de buscas do Google.  A produção de conteúdo devidamente planejada pode trazer grandes resultados em longo prazo, além de se tornar uma fonte de publicidade contínua para o seu site. Abaixo listamos algumas dicas imperdíveis para você investir no conteúdo e subir no ranking de buscas do Google.

palavra-chave-weblink

Conte histórias originais

Invista na produção de conteúdos únicos e originais. Os leitores e usuários buscam por autenticidade e informações relevantes. Por isso capriche na sua narrativa e tente entregar conteúdo exclusivo.

Use dados concretos e verídicos

Para gerar autoridade e credibilidade é preciso utilizar dados concretos e verídicos (isso em qualquer área). Portanto, sempre pesquise as fontes e os dados antes de produzir um conteúdo.

Gere curiosidade já no título

O título é o chamariz e a porta de entrada para gerar interesse num determinado conteúdo. Dessa forma, capriche e elabore títulos impactantes.

Seja compartilhável

Uma das métricas de sucesso de um conteúdo é o seu poder de viralização e para isso é preciso contar com todas as formas possíveis de compartilhamento.

Invista em links internos

Fazer a linkagem correta no seu site é uma das formas de aprimorar ainda mais o seu posicionamento web e aumentar a retenção dos usuários.

Conclusão

Este foi um breve guia com algumas das principais ações para fazer um site subir no ranking de buscas do Google. Certamente existem outras ações e estratégias que podem ser aplicadas e fazer com que o seu site tenha resultados ainda melhores. Vale lembrar que essas ações devem ser constantemente revistas e aplicadas, pois o trabalho de SEO e otimização é uma tarefa que deve fazer parte da estratégia de qualquer empresa que deseje ter bons resultados tanto nos buscadores como nos negócios.

 

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/tutoriais/como-subir-seu-site-no-ranking-do-google/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *