20mar
dns-weblink

Entenda e configure sua Zona DNS

Por: Ariane G março 20, 2017

O DNS (ou Sistema de Nomes de Domínio) converte um nome de domínio em um endereço IP (a localização real do seu site), para que seus pedidos possam chegar ao servidor de destino.

Diferenças entre a zona DNS e os servidores DNS

Servidores DNS

Os servidores DNS são os servidores que foram atribuídos a um nome de domínio. São, portanto, esses servidores que respondem primeiro aos acessos da internet antes de entregarem para a zona DNS.

 Zona DNS

A zona DNS é um arquivo que armazena registros diferentes que especificam os endereços dos servidores que hospedam seu site (A) ou seus e-mails (MX). Esses endereços podem ser na forma de endereços IP ou nomes de host. Ou seja, em cada nome de domínio, que é uma parte do sistema DNS – há várias configurações de DNS, também conhecidas como registros DNS. Para que esses registros DNS sejam mantidos em ordem é que a zona DNS foi inventada.

Uma zona DNS refere-se a uma determinada parte ou espaço administrativo dentro do Sistema de Nomes de Domínio (DNS) global. Cada zona DNS representa um limite de autoridade sujeito à gestão por determinadas entidades. O total de todas as zonas DNS, que são organizadas em uma ordem hierárquica semelhante a uma árvore de domínios em cascata de nível inferior, formam o namespace DNS.

A autoridade sobre cada zona DNS é delegada a uma entidade legal ou organização (por exemplo, um registro de domínio de nível superior de código de país) ou uma empresa/indivíduo registrado para usar um determinado subdomínio dentro do sistema. Dependendo dos direitos administrativos delegados a uma determinada entidade, as zonas DNS podem consistir de apenas um domínio ou de muitos domínios e subdomínios. Poderá ser delegada a outras partes, se necessário, uma autoridade adicional sobre um subespaço.

Por que editar servidores ou zona DNS?

Servidores DNS

Pode ser necessário modificar servidores DNS ao mudar de registrador. De fato, alguns registradores não permitem que você continue usando seus servidores depois de ter trocado o seu nome de domínio para um concorrente. Também é possível que você tenha um servidor dedicado que use um servidor DNS e que queira usar para gerenciar seu domínio.

Zona DNS

Quando você quiser modificar o servidor que hospeda seu site ou e-mails após a mudança de host, por exemplo, você tem que modificar sua zona DNS. Uma vez que este é atualizado, seu domínio apontará para esses novos servidores.

dns-zona-computer

Aprenda agora como fazer alteração de zona DNS

Conectando-se à conta do cliente

  • Conecte-se à sua conta de cliente com seu nic-handle e senha.
  • Clique em “Login” para confirmar.

Selecionando um domínio

  • No menu à esquerda, selecione “Domínios”, em seguida, o domínio que você deseja modificar.

 
Consulta da zona DNS

  • Clique na “Zona DNS” para ver a sua zona. Aqui você pode ver seus diferentes campos. Você também pode filtrar a tela para facilitar.

 
Modificando uma entrada

  • Para modificar uma entrada, basta clicar no ícone do lápis, “Avançar” e depois em “Confirmar”.

Eliminar uma entrada

  • Para eliminar uma entrada, você deve clicar no ícone da lixeira e clicar em confirmar.

Redefinir configuração: Este comando permite que você redefina sua configuração de zona DNS para retornar todos os campos por padrão. Clique no tipo de zona que deseja e clique em “Confirmar”:

Entradas mínimas: Essa opção fornecerá uma zona com entradas mínimas necessárias para que seu domínio funcione. Redefinir como normal: Esta opção fornecerá entradas adicionais, como CNAM para FTP, etc.

Adicionar uma entrada: Este botão permite adicionar um novo campo na sua zona DNS. Você só tem que escolher o tipo de entrada e, em seguida, clique em “Next”.

Modificar no modo de texto: Este botão permite editar a zona no modo de texto para uso avançado. Este modo é útil para usuários experientes que desejam realizar modificações rápidas. Basta modificar a zona de texto e clicar em confirmar.

TTL Padrão (Default): Este botão permite modificar o TTL da sua zona DNS para gerenciar o período de tempo no cache. Você apenas tem que escolher o defaut TTL que você deseja e, em seguida, clique em “Confirmar”.

Veja como configurar sua DNS pelo Registro.br.

Diferentes tipos de registros de zona DNS

  • A

 Os Registros A apontam seu nome de domínio para um servidor individual usando um endereço IP.

  • MX

Os Registros MX apontam o e-mail do seu nome de domínio para o provedor de e-mail. Obs.: Apenas um nome de host pode ser indicado, não um endereço IP.

  • CNAME

A entrada CNAME é usada para criar um alias para um nome de host para outro nome de host. Apenas um nome de host pode ser especificado e não um endereço IP.

Obs.: Você não pode ter um CNAME e um registro A para o mesmo nome de host.

  • TXT

Um registro TXT permite que você insira um texto em sua zona DNS.

  • SPF

Um registro SPF permite que você especifique os servidores autorizados a enviar e-mail com o seu nome de domínio.

Ferramentas e opções

  • Check Zone

Esta ferramenta permite verificar se seus servidores DNS foram atualizados com sucesso.

  • DNSSEC

Esta opção permite proteger o seu domínio contra envenenamento de Cache.

Prazos de atualizações

  • Servidores DNS: Todas as modificações no servidor DNS podem demorar até 48 horas.
  • Zona DNS: Todas as modificações de zona DNS podem demorar até 24 horas.

Conclusão

O DNS ou Sistema de Nomes de Domínio, converte um nome de domínio em um endereço IP, para que seus pedidos possam chegar ao servidor de destino. Agora você sabe como fazer alterações na sua zona DNS, seus diferentes tipos de registros, suas ferramentas, prazos e atualizações.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/tutoriais/entenda-e-configure-sua-zona-dns-tutorial/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *