21mar
aprenda como fazer um layout de um site

Como Fazer Um Layout de Um Site em 6 Etapas

Por: Andrei L. março 21, 2019

O aspecto visual é um dos diferenciais que vão trazer mais ou menos tráfego para um site.

Mas, como exatamente fazer um design do zero que chame a atenção dos usuários e ao mesmo tempo esteja de acordo com a proposta de um projeto online?

No conteúdo de hoje, você vai aprender a como fazer um layout de um site.

Vamos mostrar as 6 etapas que você precisa percorrer e, ainda, como visualizar tudo pronto em um serviço de hospedagem.

Vamos começar? Antes de tudo, deixe a criatividade rolar!

O Que é Layout de Site?

Layout de site é o posicionamento organizado dos elementos gráficos que compõem uma página na internet.

É a forma como linhas, cores, blocos, textos, fotos, áudios, vídeos e outros elementos visuais de destaque se relacionam e agrupam em um site.

Saber como criar um layout possibilita oferecer uma experiência de navegação e de usabilidade atraente, dinâmica e responsiva.

Assim, o usuário tende a se sentir estimulado  a circular mais por um site, podendo voltar outras vezes e até compartilhar conteúdos.

1º Etapa – Ter um Provedor de Hospedagem de Sites

De nada adianta você planejar a criação do seu layout de site se você não tiver um local onde possa visualizar o andamento e o resultado final da sua produção artística. É por isso que o primeiro passo é buscar um provedor de hospedagem de sites.

Um serviço de hospedagem armazena todas as criações, conteúdos, dados e informações de um site em servidores próprios.

Assim, todos esses materiais ficam disponíveis para acesso, consumo e edição no momento que o usuário ou dono da página quiser.

Se você não sabe por onde começar, algumas das características básicas que a hospedagem de sites deve ter são:

  • Alto desempenho e velocidade constante.
  • Recursos extras, como backups, espaço em disco e instalação de aplicativos.
  • Compatibilidades com painéis de controle e plataformas de conteúdo, como o WordPress.
  • Suporte rápido e de qualidade, disponível todas as horas e dias da semana.

O que você pode fazer para que esses e outros atrativos sejam entregues na hora da contratação de um plano é, primeiramente, pesquisar sobre cada empresa que você encontrar.

Uma maneira recomendada de fazer isso é pesquisando no Google My Business, que mostra as avaliações dos usuários sobre os serviços de produtos de uma empresa. Como o perfil da Weblink, por exemplo, que tem nota total de 4,8/5.

perfil da weblink no google my business

DICA: A WebLink oferece planos de serviços de hospedagem com preços a partir de R$ 2,55. E, na contratação anual dos planos Prata e Ouro, você ganha um domínio grátis.

2° Etapa – Escolher a Plataforma de Criação de Site

A hospedagem é só o primeiro passo. O segundo é decidir em qual plataforma você vai desenvolver e publicar o seu projeto com o layout de site que for produzir.

E, para isso, as melhores recomendações são os chamados Sistemas de Gerenciamento de Conteúdos (CMS).

São muitos tipos de CMS, sendo que todos servem exatamente para o mesmo propósito: disponibilizar conteúdos na internet.

O mais conhecido deles, também usado por mais de 33% dos sites da internet, é o WordPress.

conheça o wordpress.org

Alguns dos destaques do WordPress são:

  • Serve para qualquer projeto online. Inclui blogs, sites de notícias, lojas virtuais, páginas institucionais, galerias temáticas interativas e assim por diante.
  • Instalação facilitada sem precisar de configuração extra. Usabilidade intuitiva e didática com opções centralizadas em um painel de controle.
  • Layout de páginas totalmente personalizável com a instalação de temas gratuitos ou pagos. Se quiser, o usuário pode adicionar seu próprio template de site criado.
  • Funções e recursos adicionais com a instalação de plugins. Tarefas extras como newsletters, formulário de contatos, integração com redes sociais e ferramenta de SEO estão ao alcance de poucos cliques.

Além do WordPress, o Joomla! é uma plataforma de CMS que também costuma ser usada por sites e blogs na web. Algumas das suas principais características são:

conheça o joomla

  • Maior quantidade de ferramentas para trabalhar. Por conta disso, também exige mais tempo de aprendizado de uso, ainda que a plataforma seja relativamente simples de usar.
  • Possui configurações avançadas de segurança e ferramenta própria de SEO para sua página ser encontrada pelos buscadores.
  • Tarefa de manutenção de site facilitada com ferramentas integradas. Recebe atualizações periodicamente e não costuma apresentar falhas de funcionamento.

Como terceira opção, você ainda pode usar um Construtor de Sites, algo que a WebLink dispõe dentro do processo de ativação do serviço de hospedagem.

Com ele, você usa uma mecânica do tipo “arrasta e solta”, podendo posicionar elementos livremente pelas páginas.

Dito isso, avisamos que as demais etapas serão focadas na plataforma WordPress para você conseguir aprender a como como fazer um layout de site.

3° Etapa – Configurar Ferramentas Essenciais

Considerando que você instale o WordPress na sua conta de hospedagem, você ficará livre para escolher que tipos de ferramentas quer usar para compor o layout do seu projeto online.

Mas, antes de tudo, você precisa decidir qual será a temática do seu site.

Sendo assim, tente imaginar uma composição visual de elementos gráficos que combinem com a proposta dos conteúdos e materiais que você quer oferecer aos seus visitantes.

A partir deste ponto, o WordPress tem uma biblioteca de temas gratuitos e pagos que se encaixam com qualquer tipo de temática.

Não importa se seja culinária, games, viagens, idiomas, política ou entretenimento. Basta pesquisar e instalar um tema ideal para cada assunto.

exemplos de temas wordpress

DICA: Quer usar temas grátis? Confira essa listagem com os 20 Melhores Temas WordPress para usar neste ano.

Como você já sabe, o WordPress conta com plugins para instalar recursos e funções extras.

Sendo assim, você também pode instalar um plugin que ajude você a criar um layout de site do zero para o seu projeto na internet.

plugin beaver builder para construir sites

Existem muitos deles, mas um muito conhecido e usado é o Beaver Builder. Ele é popular justamente pela facilidade de criação de design de páginas.

Suas ferramentas incluem editor de cores, textos, cabeçalhos, fundos, barras laterais, todos os formatos de conteúdos e linguagem de estilos.

4° Etapa – Rabiscar Manualmente o Layout de Site

Nas etapas anteriores, vimos formas automatizadas de usar Gerenciadores de Conteúdos (CMS), Construtores de Sites, temas e plugins para criar um layout.

De agora em diante, o processo será mais manual.

Você não vai usar mais muitas ferramentas específicas para criar um design efetivo para seu site. Pelo menos não tão diretamente quanto antes.

A ideia agora é ser mais simplista e objetivo, começando algo realmente do zero.

E, para isso, recomendamos pegar algumas folhas de papel A4, um lápis, algumas canetas coloridas e, se possível também lápis de cores.

Com esses materiais, tente imaginar, listar e desenhar um layout que esteja de acordo com a proposta do seu projeto online.

como se fosse um rascunho. Você pode colocar quantos elementos quiser, desde que façam sentido e que não fiquem exagerados na página.

Algumas características para delimitar nessa composição manual são:

  • Hierarquia de Conteúdos
    Pense numa estrutura lógica de informações e imagens pela página. É preciso que a diagramação faça sentido e que tenha harmonia em relação daquilo que você quer destacar como mais importante em função do menos importante. Categorias, blocos, títulos e subtítulos ajudam a separar esses pontos.
  • Espaçamentos
    Faça com que os elementos da página não fiquem amontoados. Priorize espaços entre eles para gerar um equilíbrio na forma como os dados são apresentados ao leitor. E, se puder, adicione um espaço vazio e em branco, sem qualquer tipo de conteúdo, pois também ajuda a melhorar a experiência de navegação e legibilidade.
  • Linhas e Cores
    As linhas ajudam a separar os elementos. Mas, se você já usa algum tipo de espaçamento, elas ficam em segundo plano, evitando que você sobrecarregue a página com marcações desnecessárias. Para as cores, elas precisam combinar com a temática da páginas, gerando sensações no leitor ao driblar tonalidades exageradas.

Levando isso em consideração, não se preocupe muito com a organização da maquete inicial.

Abuse da criatividade e rabisque o quanto for necessário, criando um modelo imaginário do que você quer para a sua página.

Este será o referencial inicial do layout que você vai produzir ṕara quando você realmente for construir seu site.

fazer um esboço do protótipo do layout de site

5° Etapa – Aplicar o Protótipo do Layout no Site

Assim que o modelo do passo anterior estiver pronto, é hora de fazer a aplicação dele.

E, considerando que você tenha o WordPress instalado ou acesso a um Construtor de Sites, você pode transportar as ideias do papel para o seu site e começar a editar o template.

É nesse ponto que você vai começar a tomar as decisões quanto ao layout do seu futuro site.

E, principalmente, cuidar do dos detalhes de apresentação, posicionamento dos elementos, equilíbrio de navegação e sensações transmitidas para o leitor.

Como você já tem um protótipo criado, agora você também precisa definir outros pontos importantes de design. São eles:

  • Identidade Visual
    É o padrão de posicionamento de elementos gráficos formais que representam a estética de um site. Ou seja, a forma escolhida para adicionar linhas, cores, blocos, títulos, subtítulos, espaçamentos e multimídia deve ser semelhante ou igual em todas as páginas do projeto. Qualquer marca precisa ter uma identidade visual. E isso geralmente começa pelo logo, além de cores, tipologia e espaçamentos.
  • Entender o Público-Alvo
    É primordial que o layout esteja em sintonia com o público-alvo que acessa o site. Embora qualquer pessoa possa acessar qualquer site, temáticas costumam atrair a atenção de diferentes tipos de visitantes. Eles variam em localização geográfica, idade, profissão, gênero, hobbies e outras características. Use o Google Analytics ou o Facebook Insights para descobrir informações preciosas dos seus leitores.
  • Estudo de Fontes
    As fontes são os tipos e formatos de letras que você vai usar em um layout. Assim como os demais itens, esse aspecto precisa estar em equilíbrio com a temática das páginas, assim como o público alvo e a diagramação geral do projeto. Defina o estilo, o tamanho e as cores para usar, sempre considerando a legibilidade e o estímulo para a visualização de conteúdos.
  • Estilo de Imagens
    As imagens não são simples fotos. Elas podem ser ilustrações, animações, fotografias e gráficos. E todas elas ajudam a formar a composição visual de um projeto online. Um layout de site é formado por blocos textuais e por imagens, ambos em harmonia entre si e nunca em conflito com a identidade visual. Priorize qualidade e respeite as licenças de uso.

6° Etapa  – Testar a Criação em Dispositivos Móveis

Com o layout do seu site já criado, é hora de testar a sua criação quanto à responsividade em dispositivos móveis.

Isso porque o acesso à internet por smartphones superou os por computadores convencionais. E é claro que você não vai querer de deixar de receber todo esse tráfego.

Dessa forma, o layout que você criar precisa estar otimizado para abrir e ser executado sem problemas em qualquer tipo de aparelho e tamanhos de telas.

Essa abertura de páginas precisa ser rápida. Caso contrário, é provável que os visitantes desistam de acessar seu site, aumentando a taxa de rejeição do seu site.

Por isso, faça um Teste de Compatibilidade e um Teste de Velocidade de Carregamento  no seu site quando puder. Assim, você também recebe informações do que precisa ser melhorado.

Caso encontre algum problema mais crítico, você sempre pode voltar ao editor do tema, ao plugin de templates ou ao Construtor de Sites para fazer as alterações necessárias.

Resumo

Saber como fazer um layout de um site não é uma das tarefas mais fáceis. Ainda assim, você acabou de conferir 6 dicas de como desenvolver um design de forma que todo o visual dele fique em equilíbrio com a proposta do seu projeto online.

O próximo passo agora é caprichar na profissionalização do layout. Incentivamos a você a continuar buscando as melhores combinações de estilos de fontes, cores e demais elementos gráficos que cativem os visitantes a quererem acessar seu site cada vez mais.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/website/como-criar-um-layout-interessante/trackback/

2 Comentários:

  • Gostei muito de post
    Quanto cobraria para criar o meu layout?
    Já tenho marca registrada, logo marca domínio .com.br e produtos que deveri vender em meu site.

    Aguardo resposta,

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *