06maio

10 dicas para otimizar seus temas WordPress em seu blog

Por: Ariane G maio 6, 2017

Você tem um blog? Gosta de expressar suas ideias, gerar debates e se comunicar com as pessoas? Se você usa o WordPress como plataforma, hoje nós iremos falar sobre como deixar seu blog mais atrativo. Neste artigo,  vamos mostrar como otimizar seus temas WordPress em seu blog seguindo algumas dicas abaixo. Pronto para as dicas?

1- Plugins de Cache

Sabe aqueles efeitos especiais e recursos desnecessários que estão logo ao abrir a página? Eles que vão deixar seu blog lento quando o cliente for abrir a página no navegador. Até abrir todos esses dados, pode ser que ele desista de esperar e vá procurar pela informação em outro lugar.

A dica principal é sempre utilizar o menor número possível de plugins. Para melhorar a velocidade de carregamento, instale um cache, pois ele fará o bloqueio desses recursos e pode resolver em até 90% dos problemas nos servidores. Há opções de plugins para você instalar e gerir o cache no seu blog, mas instale somente um deles. Dessa forma o seu sistema irá funcionar melhor, e se mais de um for instalado pode gerar conflitos entre eles no seu servidor. Dentre eles estão:

  • WP-Cache;
  • WP Super Cache;
  • Hyper Cache;
  • W3 Total Cache.

2- Widgets

Um widget é um componente de uma interface gráfica do usuário, isso inclui janelas, botões, menus, ícones, barras de rolagem, etc.

Alguns widgets têm por objetivo receber dados do usuário e com isso gerar algum tipo de registro, como os controles de formulário. Veja abaixo alguns componentes que podem existir:

  • Entrada de texto;
  • Caixa de seleção;
  • Menu de seleção;
  • Botões de múltipla escolha.

Após você ter feito a escolha pelos widgets essenciais ao seu blog, realize o teste no Pagespeed. Você vai perceber que o desempenho do seu blog receberá uma nota melhor.

Para você compreender a diferença de um ícone e um widget, pense que um ícone serve apenas como um atalho a algum programa, enquanto o widget possui sua própria interface de informações geradas pelo programa que ele está relacionado. Além de também servir para redirecionar o usuário para uma função específica dentro desse programa.

3- Template

A escolha do template certo faz toda a diferença na hora de pensar em otimizar o seu blog. No WordPress existem vários, mas não são todos que possuem a melhor apresentação para o seu cliente. Pensando nisso, separamos 6 dicas que podem te ajudar a fazer a escolha do seu template:

Dica 1 #Design:

Quanto mais limpo e organizado forem às informações no seu blog, mais o visitante vai se sentir atraído em continuar navegando dentro dele. Questões básicas podem ajudar você a visualizar um bom design, como:

  • Template que não possua muita barra de rolagem lateral;
  • Dê preferência por templates de no máximo duas colunas;
  • O visitante precisa ter uma ideia geral logo à primeira vista, então informações principais em primeiro plano na página;
  • Cores claras e leves no plano de fundo, dessa forma não vão sobrecarregar a visualização.

Dica 2 #Velocidade:

Quanto mais ágil o seu blog for mais o seu cliente vai dedicar tempo a ele. Portanto, o tempo de carregamento do seu template está totalmente relacionado à sua usabilidade. Então busque por aqueles que utilizam menos plugins e faça uso dos widgets para deixar a página mais leve. Consequentemente você ganhará posições no ranqueamento orgânico do Google.

Dica 3 #Navegabilidade:

Sabe quando você está navegando dentro de uma página e ela fornece praticamente tudo àquilo que está procurando? Isso é uma boa navegabilidade.

O seu blog precisa ser o mais intuitivo possível, sem a necessidade do seu visitante ir buscar a informação fora do seu blog. Isso é um dos requisitos essenciais de um bom template.

Procure deixar os menus e marcadores em destaque, seja em cores, detalhes e links visíveis. Assim estará tudo “a mão” e o seu visitante saberá o que precisa ali mesmo.

Dica 4 #SEO:

Saber usar as técnicas de SEO (Search Engine Optimization) também serão úteis para a otimização do seu blog. SEO é um conjunto de técnicas que tem como objetivo principal tornar os sites e blogs mais amigáveis para os mecanismos de busca. Ele se encarrega de unir as palavras-chave do conteúdo de dentro do seu blog, de forma que fique melhor posicionado nos resultados orgânicos.

Muitos temas WordPress já possuem a otimização de mecanismos de busca automática. Prefira este tipo de template para a sua página, assim você economiza um bom tempo tentando otimizar o seu conteúdo para as práticas de SEO.

Dica 5 #Responsividade:

Responsividade nada mais é do que adequações às plataformas mobiles. Hoje o seu visitante não vai ler o seu blog só no computador ou notebook. Ele utiliza muito o celular e tablet também.

Portanto, ao procurar Temas WordPress para o seu blog, prefira aquele que já possua adequação de tamanho para esses outros dispositivos.

Dica 6 #Conteúdo de qualidade:

Nada vale um lindo design, boa navegação, poucos plugins e o uso de widgets se o conteúdo da informação não for bem produzido. Sendo assim, o tema WordPress adequado precisa não só agregar valor ao conteúdo que você posta, quanto também criar uma identidade para o seu blog. E isso está totalmente ligado ao conteúdo exposto.

Caso contrário, você corre o risco de ter um excelente visual na página, mas pouco tráfego em virtude da pouca atratividade do conteúdo proposto.

Veja também em nosso vídeo um tutorial sobre como instalar seus Temas WordPress. É rápido e fácil.

4- Imagens e vídeos

As imagens e vídeos são um dos mecanismos visuais mais capazes de atrair atenção do visitante na sua página do que se imagina. Contudo, este tipo de recurso pode ser até 3x mais pesado de se carregar do que um texto comum.

Pensando então nas publicações do seu blog, abaixo seguem algumas regras básicas para não sofrer com o carregamento da sua página, são elas:

  • Comprima vídeos pesados (fullHD) para de no máximo 720p;
  • Utilize a ferramenta Smush.it para comprimir imagens corretamente sem perder a qualidade;
  • Outra opção é instalar o plugin WP Smush.it para você otimizar otimizar as imagens utilizadas em suas postagens.

5- CSS e HTML

 

Também pensando na otimização do seu temas WordPress em seu blog, minimizar seus ficheiros garantem que os mesmos fiquem menos pesados, acelerando seu blog em alguns milissegundos.

Se você optou por instalar o plugin W3 Total Cache para realizar a cache em sua página, ele já oferece algumas opções para minimizar seus ficheiros HTML (Hyper Text Markup Language) e CSS (Cascading Style Sheets).

Caso não tenha escolhido por este plugin, analise seu código HTML e CSS e remova espaços em branco desnecessários, dessa forma seu blog será carregado mais rapidamente.

6- Spam

Uma das coisas que enche o seu banco de dados no blog, são os comentários de spam. Para deixar tudo mais fácil elimine os comentários indesejáveis.

7- Limpeza no Banco de dados

Caso você tenha um blog já há algum tempo, provavelmente existem muitas tabelas antigas que não são mais de uso aos seus usuários. Muitos plugins bem desenvolvidos eliminam essas tabelas automaticamente, ajudando na otimização para seu blog ficar mais rápido.

O plugin WordPress Clean Options  verifica quais tabelas de seu banco de dados não estão sendo mais utilizada, permitindo a sua eliminação. 

8- Otimização no Banco de dados

Uma maneira prática e muito utilizada para que seus temas WordPress seja mais rápido é a otimização no banco de dados. Contudo, esta não é uma tarefa tão simples de se executar, e é necessário certo conhecimento em banco de dados para realizar as otimizações. Caso não tenha o conhecimento específico, procure um profissional da área.

9- Múltiplos servidores

Depois que você chegou ao ponto em que seus tema WordPress seja bem escolhido, realizou as otimização e limpeza no banco de dados e seguiu as demais recomendações acima e ainda há eventos dando erro em sua VPS ou no seu servidor dedicado, considere fazer o aluguel de um novo servidor. 

Utilizar um bom servidor para que ele execute apenas os seus bancos de dados permite que seus temas WordPress usem todos os recursos necessários. Veja como:

  1. Utilize a opção “define (‘DB_HOST’);
  2. Em seu ficheiro wp-config.php;
  3. Depois coloque o endereço de IP no qual o seu banco de dados está. E pronto!

 10- Postagens

A revisão de postagens é algo que pode tornar seu banco de dados bem pesado, pois ao longo do tempo ele vai acumulando dados, impossibilitando a boa navegação do seu visitante. Portanto, para desligar esta opção, copie e cole o seguinte código em seu ficheiro wp-config que se encontra na raiz de seu servidor:

define('WP_POST_REVISIONS', false )

Conclusão

Um bom tema wordpress não requer uma simples escolha na plataforma WordPress, você acabou de notar que são vários fatores que influenciam num bom desempenho do seu blog. Portanto, aproveite as dicas acima e faça a otimização funcionar! Se você chegou até este ponto, aproveite e faça seu blog ser o melhor para o seu visitante.

Trackback URL: https://www.weblink.com.br/blog/wordpress/10-dicas-para-otimizar-seus-temas-wordpress-em-seu-blog/trackback/

Deixar resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *